A importância do ômega 3 na prática de atividades físicas

As atividades físicas, hoje em dia, são cada vez mais procuradas pelas pessoas, afinal, seus benefícios são diversos:perda de peso e gordura corporal, redução da pressão arterial, melhora do diabetes e no metabolismo de carboidratos e até diminuiçãodo colesterol total, além de claro, proporcionar uma melhoria na qualidade de viral em geral.
Share on facebook
Share on twitter

As atividades físicas, hoje em dia, são cada vez mais procuradas pelas pessoas, afinal, seus benefícios são diversos: perda de peso e gordura corporal, redução da pressão arterial, melhora do diabetes e no metabolismo de carboidratos e até diminuição do colesterol total, além de claro, proporcionar uma melhoria na qualidade de viral em geral. (1,2)

Mas você sabia que o ômega 3 acabou virando um aliado para quem busca um melhor rendimento físico? Nesse texto, vamos abordar a importância dessa gordura no organismo dos atletas.

Por que ômega 3?

Como já é de conhecimento de todos, além de comprovado por estudos, uma má alimentação e uma vida sedentária são prejudiciais à saúde. Com o acesso mais fácil à informação e a preocupação na mudança de hábitos alimentares, a indústria também se viu em um papel em que era preciso mudar e, assim, uma maior atenção foi dada aos alimentos chamados funcionais”), os chamados alimentos funcionais. (1)

Um desses compostos funcionais mais conhecidos, sem dúvida, é o ômega 3, um ácido graxo poli-insaturado (gordura) muito importante para a saúde humana. E, como o nosso organismo não o produz, precisamos adquiri-lo de alguma forma: por meio da suplementação ou por meio da alimentação. (1)

O ômega 3 pode ser encontrado em peixes de águas frias e profundas, como atum, salmão e truta, além de também ser possível ser extraído de sementes de plantas, como a linhaça. A noz, o óleo de canola e as folhas verdes escuras também possuem ômega 3. (3)

O ômega 3 é antioxidante e quando, ingerido em quantidades corretas, atua positivamente em nosso organismo. Ele pode atuar na prevenção e no tratamento de doenças cardiovasculares e arterioscleróticas, auxiliar no crescimento e no desenvolvimento fetal e neural, pode ajudar a prevenir a depressão e a obesidade. Além disso, ele atua no sistema imunológico. (1)

a-importancia-do-omega-3-na-pratica-de-atividades-fisicas

Por que o ômega 3 é importante para quem pratica atividade física?

Sabemos que praticar exercícios físicos tem ajudado positivamente a vida de muitas pessoas, contribuindo para a redução de diversos fatores de risco, como metabolismo da gordura e até controle da hipertensão. (2) Além da prática de atividades físicas e de uma alimentação saudável, fatores bastante conhecidos para manutenção da saúde, outro item é importante: o equilíbrio corporal. (1)

Para que um atleta, ou até mesmo uma pessoa comum que busca praticar exercícios constantemente, consiga melhorar seu desempenho, é essencial que as cargas de treinamento e períodos de descanso e recuperação estejam em equilíbrio. O desequilíbrio entres esses dois fatores pode gerar lesões musculares. (4)

Em pessoas que praticam exercícios de maneira intensa, esse equilíbrio é ainda mais importante, uma vez que pode causar maior dano muscular e consequente inflamação. O ômega 3 atua nesse processo, pois é considerado imunomodulador do sistema imune, influenciando as funções de células inflamatórias e processos inflamatórios no corpo humano no geral. Sendo assim, o ômega-3 demonstrou efeito positivo anti-inflamatório, ajudando na recuperação de músculos lesionados. (3)

Aliás, para atletas competitivos e que possuem uma rotina exaustiva de treinos, a ingestão alimentar adequada é ainda mais importante, pois esse dia a dia leva o organismo a um alto desgaste. (2)

Pessoas que buscam apenas um estilo de vida mais saudável, não treinam para competição, claramente também podem ser beneficiadas com a ingestão de ômega 3, afinal a reeducação alimentar e o uso de suplementos já é uma ideia bastante difundida para o ganha de massa muscular, mesmo em atividades recreacionais. (1)

Em um estudo realizado por Pacheco et al (2014, apud PESSOA et al, 2018), foi possível concluir que a suplementação com esse ácido graxo pode estar diretamente ligada à diminuição dos efeitos negativos do pós-treino. Outros estudos (FETT & FETT, 2003 apud PESSOA et al, 2018; FETT, MAESTÁ & BURRINI apud PESSOA et al, 2018) sugerem ainda que após a suplementação com ômega 3, foi identificado um aumento na força muscular. (1)

Diversos outros estudos citam os efeitos da suplementação desse ácido graxo: (3)

– ANDRADE et al em pesquisa com 14 homens que praticavam natação, em que 6 deles foram suplementados com 1.800mg/dia durante 45 dias, identificou alteração no metabolismo lipídico, redução da quantidade de lipoproteínas plasmática e prevenção de doenças cardíacas.

– SANTOS el al avaliou 20 homens, sendo 10 deles suplementados com 1.000mg/dia durante 4 semanas, todos praticantes de exercício físico intenso, com restrição calórica, repouso restrito e estresse psicológico. Concluiu que o ômega 3 desempenhou função protetora contra o processo inflamatório.

– ATASHK et al em teste de exaustão em esteira com 20 homens, sendo metade suplementada com 3.000mg/dia, verificou que houve prevenção do aumento da inflamação sistêmica produzida por exercícios de resistência intenso.

Além desses, outros estudos demonstram ainda que a suplementação com ômega 3 melhora a função pulmonar de atletas durante e após o exercício e altera os índices do metabolismo lipídico. (3)

a-importancia-do-omega-3-na-pratica-de-atividades-fisicas

Claro que os efeitos desse ácido graxo poli-insaturado pode apresentar diferentes tipos de resultados quando analisados em diferentes tipos de atividades físicas, além de hábitos alimentares e biodisponibilidade.(2) Porém, não há dúvidas quanto a importância da atividade física e do ômega 3 para a saúde humana.

Lembre-se de procurar um profissional da saúde antes de começar a fazer uso de suplementos alimentares. O profissional conseguirá te orientar qual é a melhor quantidade por dia e como ele deve ser tomado.

Outra dica essencial: antes de começar a fazer exercícios físicos, também é de extrema importância consultar um médico para verificar a saúde do coração e do corpo, combinado?

FONTES:
  1. PESSOA, Danielly de Pinheiro et al. Influência da suplementação de ômega 3 no rendimento físico de praticantes de exercício físico.,  v. 14, n. 1, p. 144-149,  2018. Disponível em <http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1646-107X2018000100019&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em 28 out. 2020.
  1. VELHO, Indionara; VEBER, Juliana; LONGHI, Rafael. Efeito do ácido graxo poli-insaturado ômega 3 em praticantes de atividade física: uma revisão sistemática. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, v. 11, n. 61, p. 3-9, São Paulo, 2017.
  1. DEL BRITO, Jullyana V. Rebouças et al. Suplementação de ômega-3 em praticante de exercício físico intenso. REVISA, v. 8, n.2, p. 215-27, 2019. Disponível em <http://revistafacesa.senaaires.com.br/index.php/revisa/article/viewFile/408/300>. Acesso em 28 out. 2020.
  1. COQUEIRO, Daniel Pereira; BUENO, Patricia C. dos Santos; SIMÕES, Manuel de Jesus. Uso da suplementação com ácidos graxos poli-insaturados ômega 3 associado ao exercício físico: uma revisão. Pensar a Prática, v.14, n. 2, p. 1-15, Goiânia, 2011.

Deixe um comentário

Deixe aqui seu e-mail pra receber conteúdos incríveis sobre qualidade de vida.

Share on facebook
Share on twitter

VEJA TAMBÉM

Benefícios do ômega 3 que todos os atletas precisam conhecer

Praticar exercícios é uma ótima maneira para ter corpo e uma mente saudáveis. Mas para algumas pessoas, como os atletas, a atividade física exige muito mais do organismo, fazendo com que eles se preocupem ainda mais com a saúde.

A boa notícia é que o ômega 3 pode ajudar atletas profissionais de várias formas: pode fortalecer os ossos, melhorar o desempenho dos músculos, aliviar as dores do pós treino e muito mais.

Saiba mais:

Pequenos hábitos: comece já e “turbine” sua saúde

Já estamos no segundo mês do ano. E como andam suas resoluções de ano novo? Está conseguindo cumprir suas metas?

Esperamos que sim, mas, independentemente das respostas, veja se você consegue inserir alguns hábitos no seu dia a dia.

Diferente das resoluções, que costumam ser tarefas difíceis de completar, sugerimos coisas fáceis de fazer, mas que podem te ajudar a melhorar muito sua qualidade de vida.

Veja: