Sem categoria

Autocuidado e autoestima

Autocuidado e autoestima: como colocar em prática

“Baixa autoestima é como dirigir pela vida com o freio de mão puxado”. – Maxwell Malts A maneira como nos percebemos e como nos enxergamos reflete em todas as esferas da nossa vida. Ao cuidar mais de si, é possível experimentar uma sensação de felicidade e plenitude. Autocuidado é dar mais atenção às suas necessidades, saúde, pensamentos, desejos e emoções. É um processo, um aprendizado. Se cuidar também é buscar ajuda quando necessário, estabelecer limites e saber dizer não se preciso for. (1)Ter autoestima é essencial para confiar mais em suas decisões e, para isso, é preciso praticar o autoconhecimento, reconhecendo suas qualidades e, também, seus pontos fracos. Desse jeito, será mais fácil encarar todos os obstáculos do cotidiano com a certeza de que é possível lidar com eles de uma maneira muito melhor e mais saudável. (2) Ao se conhecer mais, você expande seu potencial e supera as crenças que te limitam, que te fazem pensar que não é capaz ou merecedor de tudo aquilo que deseja. E fique tranquilo, pois cuidar de você não é ser egoísta, é praticar o amor próprio!(2) Mas praticar o autocuidado e melhorar a autoestima não é tão fácil e simples assim. Requer comprometimento, força de vontade e enfrentamento. Por isso, a partir de agora, vamos te ajudar a pensar como incluir essas duas palavras quase mágicas no seu dia a dia, sem receitas mirabolantes, mas, sim, a partir de mudanças justas e possíveis!  01: Quem é você? Para saber onde quer chegar ou quais mudanças deseja realizar

LER MAIS
Conheça 8 alimentos ótimos para a memória e a saúde do cérebro

Memória e saúde do cérebro: conheça oito alimentos benéficos

Você sabia que a nossa alimentação também pode afetar a memória? Uma dieta pobre em vitaminas e nutrientes pode prejudicar a saúde do cérebro e, consequentemente, a memória. Nesse texto, falaremos um pouco sobre isso, além de apresentar alimentos que podem melhorar a memória e a saúde cerebral. A saúde do cérebro começa no prato Ter uma dieta rica em magnésio, ômega-3, zinco, vitaminas B1 e B6 e colina auxilia na saúde do cérebro. E sabe o que é positivo? Podemos consumir tudo isso apenas com alimentação. Alimentos que já fazem parte do nosso dia a dia, como folhas verde-escuras, feijão e carne são grandes aliados quando se trata de fortalecimento de neurônios e prevenção do mal de Alzheimer. (1) Vale lembrar que, da mesma forma que uma alimentação saudável pode auxiliar na saúde, uma má alimentação pode prejudicar o funcionamento cerebral. Os alimentos que podem fazer mal são: embutidos, enlatados, ultra processados, refrigerantes, frituras e doces. O que acontece é que, ao incluí-los na dieta, acabamos deixando de ingerir os alimentos saudáveis, perdendo, assim, substâncias importantes para o bom funcionamento do nosso cérebro. (1) Mas afinal, quais são os alimentos que podem auxiliar na memória e na saúde do cérebro? 1 – Peixe Sardinha, salmão, atum, cavalinha e arenque. Esses são os peixes que precisam ser incluídos na dieta. Isso porque eles são ricos em ômega-3, responsável por fazer a conexão entre os neurônios, contribuindo para a plasticidade sináptica. (2) Fora isso, o peixe pode proteger o cérebro contra doenças neurodegenerativas e ajudar a

LER MAIS
Chlorella: o que é e quais os benefícios para a saúde?

Chlorella: o que é e quais os benefícios para a saúde?

Você já ouviu falar da chlorella? Conhece os benefícios da chlorella? Ela é uma microalga rica em nutrientes, especialmente a vitamina B12. A vitamina B12, quando se trata de alimentação, está presente em ovos, carnes e queijos. Sendo assim, a chlorella pode ser um ótimo alimento para prover essa vitamina tão importante para o nosso organismo. Porém, é importante dizer que só ela pode não ser suficiente para proporcionar tudo o que o corpo precisa, principalmente para aqueles que estão com deficiência da vitamina B12. Por isso, é essencial sempre estar em dia com os exames médicos. (1,3) Chrorella: de onde vem e qual a sua composição Encontrada na água doce e na água salgada, a chlorella é muito usada como suplemento alimentar por conter quantidades significativas de proteínas, tendo também aminoácidos essenciais, ácidos gordos poli-insaturados, vitaminas e minerais. A  chlorella também possui compostos fenólicos, pigmentos e tocoferol. (2) Fora isso, estudos relataram que essa microalga tem propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias, antifúngicas, antimicrobianas etc. (2) A chlorella tem demonstrado excelentes resultados contra a hipertensão, na diminuição dos níveis de colesterol ruim do corpo e, também, no bom funcionamento do organismo. (2) Benefícios da chlorella para a saúde Os benefícios para a saúde são muitos. Um deles é a ação antioxidante que auxilia no combate aos radicais livres por conta da presença de compostos como o ácido fenólico, betacaroteno e tocoferóis. (2) Ela também ajuda a prevenir e até curar doenças crônicas como a hipertensão, a hipercolesterolemia e a diabetes. (2) No começo do texto falamos sobre

LER MAIS
Empatia: saiba como ela pode transformar o mundo em que vivemos

Empatia: como ela transforma o mundo em vivemos

Se colocar no lugar do outro pode ser a chave que precisamos para viver no mundo que queremos e transformá-lo naquele que desejamos deixar para quem chegar depois de nós. Nunca se usou tanto a palavra empatia como algo tão necessário. E chega a parecer um tanto quanto irônico isso acontecer na era em que mais temos acesso ao outro. A internet, junto com a ascensão das redes sociais, promovem, com facilidade, a comunicação entre pessoas de todo o mundo instantaneamente. Acessar notícias globais e saber o que está acontecendo ao redor da Terra é algo corriqueiro na nossa rotina e, mesmo assim, nunca foi tão preciso discutir o quanto precisamos olhar a realidade alheia por outra perspectiva. Temos conectividade, mas nos falta conexão com as pessoas que amamos, com os desconhecidos, com a natureza e com nós mesmos! Para praticar a empatia, não é preciso mudar quem você é para ser como o outro. É compreender e respeitar que as escolhas são individuais e que, mesmo que não sejamos ou pensemos de maneira semelhante, todos nós devemos fortalecer a nossa humanidade através da cooperação em sociedade. Ser mais empático é ter consciência de que todos nós viemos de contextos diferentes e que cada um tem travado suas próprias batalhas e seguido uma jornada diferente da nossa. É preciso olhar mais o lado do outro para entender o que se passa do lado de lá e oferecer mais compreensão e tolerância. Se até os animais são empáticos…  A empatia não é uma habilidade exclusiva humana.

LER MAIS
Ceia saudável: 9 oleaginosas para turbinar as festas de fim de ano

Ceia saudável: 9 oleaginosas para turbinar as festas de fim de ano

Se você quer deixar as suas ceias de Natal e Ano novo mais saudáveis, esse texto é pra você. Com dicas simples e somente acrescentando algumas castanhas, nozes e oleaginosas, as festas podem ter muito mais saúde. A gente já sabe que, com a chegada do fim do ano, as receitas típicas e deliciosas, que são a cara do Natal, são presença confirmada na mesa! E é de uma época em que manter o equilíbrio pode se tornar um desafio devido aos pratos fartos e as sobremesas que não fazem parte da nossa rotina em outros meses do ano. Porém, é possível conciliar sabor e saúde com alguns ingredientes que também são característicos dessa época do ano. Por isso, neste texto, vamos listar as castanhas e outras oleaginosas que não podem faltar nas suas festas de fim de ano, mesmo que neste ano as comemorações tenham que acontecer de forma responsável e intimista,  e vamos explicar o porquê de cada uma. Por que é interessante incluir oleaginosas alimentação? Além de fáceis de armazenar, super práticas, porque conseguimos levá-las para onde precisarmos, e muito saborosas, apesar de pequenininhas, elas contêm inúmeros benefícios para a nossa saúde, pois são fontes de minerais, vitaminas, fibras e gorduras saudáveis! (1) O assunto dessa publicação está relacionado às festas do final do ano, porém, é importante dizer que o ideal é que as castanhas e oleaginosas façam parte da alimentação no dia a dia, em qualquer época do ano. Os principais benefícios das oleaginosas para a saúde: Um estudo realizado

LER MAIS