Isso é Vital

Alimentos que ajudam a proteger a saúde

Se você também acha que, quando o assunto é saúde, é melhor prevenir do que remediar, conheça alguns alimentos que podem ajudar a proteger o organismo contra doenças: – Óleo de coco: ele já foi discriminado algumas vezes por conter grande quantidade de gorduras saturadas. Porém, o que muita gente não sabe é que a gordura saturada do óleo de coco é uma das melhores da natureza, sendo rica em ácidos graxos de cadeia média, que podem auxiliar na digestão e na queima de gorduras, e em ácido láurico, um nutriente que pode auxiliar o sistema imunológico com propriedades antivirais, antibióticas e antifúngicas. Recentemente, até a chefe de cozinha natural e apresentadora Bela Gil declarou em sua conta do Facebook sua paixão pelo óleo de coco: – Óleo de orégano: outro alimento que pode auxiliar o sistema imunológico do corpo é o orégano, que muitas pessoas conhecem apenas pelo delicioso aroma e sabor que confere às refeições. Porém, o alimento possui muitas propriedades biológicas, como as atividades antibacteriana, antimicótica e antiviral. E o óleo de orégano pode ser um grande aliado da saúde feminina, já que pode inibir a proliferação de fungos como o Candida albicans, responsável pela candidíase, doença que causa muito desconforto às mulheres, e pela proliferação de micro-organismos indesejáveis que causam incômodo intestinal, prisão de ventre, dores abdominais, entre outros. Óleo de abóbora: quando é prensado a frio, o óleo de abóbora pode ser uma poderosa ajuda para prevenir diversos tipos de câncer, como o de próstata, o tipo de câncer que mais

LER MAIS

Alimentos que fazem parte da medicina preventiva

Você certamente já ouviu falar sobre medicina preventiva. Essa é uma especialidade da medicina, cujo objetivo central é prevenir doenças ou lesões ao invés de curá-las ou tratar seus sintomas. Sua origem vem dos povos orientais, campeões quando o assunto é longevidade. Para a medicina preventiva, é vital cuidar da saúde para que o corpo não adoeça, diferentemente dos costumes ocidentais, em que se remedia a doença, quando essa já acometeu o corpo. Entre os principais hábitos de quem segue a medicina preventiva estão exercícios terapêuticos, movimentos corporais e, claro, cuidados com a alimentação. Assim, adeptos desse estilo de vida saudável procuram não consumir alimentos industrializados, pobres em vitaminas e minerais e ricos em calorias. Já os alimentos funcionais, que podem auxiliar na melhora do metabolismo e na prevenção de problemas de saúde, têm grande valor dentro da medicina preventiva. Conheça alguns: – Óleo de orégano: entre as principais propriedades biológicas do óleo de orégano destacam-se as atividades antibacteriana, antimicótica e antiviral. De acordo com especialistas, o orégano pode auxiliar a combater bactérias, como a Helicobacter pylori, que pode ser encontrada no estômago de pacientes que sofrem de gastrite crônica. Outro benefício do óleo de orégano é poder auxiliar na inibição de fungos como o Candida albicans, responsável pela candidíase; – Pimentão, canela, cravo e grãos de mostarda: assim como o óleo de orégano, esses alimentos podem atuar como fungicidas, inibindo a proliferação de fungos causadores de doenças renais; – Óleo de coco: muitas pessoas conhecem o óleo de coco apenas pelos benefícios para perda

LER MAIS

Óleo de coco: mais benefícios do que você imagina!

Famoso pelos benefícios para a perda de peso, o óleo de coco é um dos mais populares entre quem busca um estilo de vida mais saudável. Porém, você sabia que esse precioso óleo também possui as propriedades antiviral, antifúngica e antibacteriana? Historicamente, o coco é utilizado como uma importante fonte de alimento. E seu óleo tem ajudado na saúde de muitas pessoas, pois seus benefícios nutricionais são únicos. A explicação está nos ácidos graxos presentes no óleo de coco, que são semelhantes aos ácidos graxos do leite materno e que podem auxiliar no combate a: – Vírus que causam gripe, sarampo, herpes, mononucleose, hepatite C e AIDS; – Bactérias que causam úlceras estomacais, infecções de garganta, pneumonia, sinusite, dor de ouvido, febres reumáticas, cáries dentárias, intoxicações alimentares, infecções do trato urinário, meningite, gonorreia e síndrome do choque tóxico (uma doença rara causada pela resposta dos linfócitos T às toxinas produzidas pelas bactérias Gram-positivas Staphylococcus aureus ou Streptococcus de grupo A); – Fungos e leveduras que podem causar micose, cândida e afta e parasitas que podem causar infecções intestinais, como giardíase. Óleo de coco e amamentação O leite materno é rico em ácidos graxos de cadeia média em sua composição. Esses nutrientes ajudam a proteger o recém-nascido de germes nocivos. Durante muitos anos, ácidos graxos de cadeia média foram adicionados às fórmulas infantis por ajudar na digestão de nutrientes. Dessa forma, uma mãe que consome óleo de coco terá mais ácidos graxos de cadeia média em seu leite para proteger a nutrição de seu bebê. Fonte

LER MAIS

Óleo de abóbora pode auxiliar na prevenção do câncer de próstata

Você sabia que o óleo de abóbora prensado a frio pode ser uma poderosa ajuda para prevenir o câncer de próstata? Esse tipo de câncer é o segundo mais letal para os homens no Brasil. Para falar mais sobre esse assunto e explicar por que o óleo de abóbora prensado a frio pode auxiliar na prevenção dessa doença, a nutricionista Aline Silva gravou este vídeo. Confira!    

LER MAIS

Dicas para uma vida bem melhor

Para ter uma vida saudável não é preciso uma mudança radical, já que a simplicidade da vida é o que há de mais saudável e sustentável. Por isso, o segredo é ver o mundo com outros “óleos” e buscar a integração espírito-corpo. Quer ver como é fácil? Confira as dicas: 1)      Durma cedo e acorde cedo. Para aproveitar bem cada momento do dia, é preciso ter disposição e ânimo. Para isso, nada melhor do que uma noite bem dormida. Porém, se você é daqueles que não conseguem dormir cedo, experimente programar seu relógio para despertar mais cedo e procure acordar todos os dias no mesmo horário, inclusive nos fins de semana. No começo, isso pode parecer difícil, mas assim que o corpo começar entrar na rotina, logo vêm os benefícios de noites bem dormidas 2)      Tenha uma alimentação equilibrada e mastigue bem os alimentos. A verdadeira saúde e felicidade vêm de dentro para fora. Sabe aquele ditado “você é o que você come”? Pois é! Ele funciona, já que é dos alimentos que ingerimos que provêm os nutrientes para fazer do nosso corpo uma máquina perfeita. Por isso, organize e planeje sua alimentação , mastigue bem os alimentos e encha seu prato de nutrientes que vão trazer toda a saúde que você precisa para ser feliz. 3)      Não fique parado! Pratique esportes, afinal nosso corpo foi feito para se mexer! Segundo o médico americano Michael Joyner*, da Clínica Mayo, a “inatividade é o diagnóstico primário de várias enfermidades, entre elas obesidade, lesões articulares, fibromialgia, hipertensão e

LER MAIS