Gorduras: vilãs X mocinhas

Share on facebook
Share on twitter

Falou em gordura, falou em mal à saúde? Saiba que a lógica não é bem assim! Existem, sim, aquelas que prejudicam nosso organismo, como, por exemplo, as saturadas de origem animal, ou então aquelas modificadas industrialmente, conhecidas como gorduras trans, que podem levar ao entupimento de artérias. De contrapartida, existem também gorduras boas que devem fazer parte de uma dieta saudável, sendo que algumas dessas são essenciais, ou seja, precisam estar presentes em nossas células para o bom funcionamento de nosso organismo.

As gorduras “boas” são aquelas conhecidas como insaturadas. Entre os vários benefícios que essas gorduras proporcionam à saúde, podemos citar, por exemplo, o combate ao colesterol ruim. Além disso, quando se tem uma dieta equilibrada e rica em gorduras boas, simples resultados como boa aparência em nossa pele e cabelos são perceptíveis em nosso corpo.

As gorduras insaturadas podem ser encontradas em diversos tipos de alimentos, como o abacate, o azeite de oliva, óleos vegetais, azeitonas, nozes, soja e seus derivados e até em óleos de peixes, ricos em ômega 3. Esse tipo de gordura apresenta forma líquida e deve ser consumida em temperatura ambiente para não perder suas características primordiais. Por isso, uma boa dica é utilizar óleos ricos em gorduras insaturadas para finalizar as refeições, como, por exemplo, o azeite de oliva, o óleo de amêndoa doce e o óleo de noz de macadâmia que, além de serem extremamente saudáveis, também adicionam um delicioso sabor aos alimentos.

Portanto, para uma dieta nutritiva e cheia de saúde, é essencial que saibamos escolher alimentos que contêm o tipo certo de gordura, substituindo frituras e alimentos industriais por gorduras saudáveis e essenciais para o nosso organismo.

1 comentário em “Gorduras: vilãs X mocinhas”

Deixe um comentário

Deixe aqui seu e-mail pra receber conteúdos incríveis sobre qualidade de vida.

CATEGORIAS
Share on facebook
Share on twitter

VEJA TAMBÉM

Saiba porque você deve optar pelo chocolate escuro

Abril, Páscoa… não tem época melhor para comer muito chocolate, não é mesmo? Mas que tal aliar esta delícia com benefícios para sua saúde? Saiba que o chocolate escuro, aquele que tem no mínimo 70% de cacau, pode melhorar diversas funções corporais como o controle do colesterol, saúde do coração, controle do diabetes e ainda ajudar na prevenção de doenças. Saiba mais: