Óleo de peixe, benefícios além da medicina

De acordo com um estudo recente da Universidade de Harvard, a deficiência de ácidos graxos ômega 3 é oficialmente uma das 10 principais causas de morte nos Estados Unidos. O óleo de peixe se mostrou eficiente para suprir essa carência de ômega 3!
Share on facebook
Share on twitter

De acordo com um estudo recente da Universidade de Harvard, a deficiência de ácidos graxos ômega 3 é oficialmente uma das 10 principais causas de morte nos Estados Unidos.

O óleo de peixe se mostrou eficiente para suprir essa carência de ômega 3! Rico em ácidos graxos essenciais, ele é utilizado no tratamento de diversos problemas de saúde, incluindo: doença cardíaca, TDHA, ansiedade, depressão, taxas elevadas de colesterol, síndrome do intestino irritável, artrite, mal de Alzheimer, eczema, diabetes, câncer, baixa imunidade, doenças autoimunes e degeneração macular.

Além disso, sua eficácia no auxílio à perda de peso tem sido comprovada, assim como também para uma gravidez saudável, saúde da pele, aumento da energia e fertilidade.

A maioria dos benefícios do óleo de peixe para a saúde deve-se ao fato de ser uma das fontes mais ricas em ácidos graxos Ômega 3 da natureza, como o ácido docosahexaenóico (DHA) e ácido eicosapentaenoico (EPA).

Deficiência de Ômega 3

Muitos dos problemas de saúde tem ligação com o desequilíbrio de ômega 3 e ômega 6. Os ácidos graxos ômega 6 não são ruins para a saúde, porém quando consumidos em excesso e em desequilíbrio com o ômega 3 podem causar inflamações que levam a doenças crônicas.

Se você tem um desequilíbrio de ômega 3/6 pode estar sujeito às seguintes doenças:

  • Asma
  • Doença autoimune
  • Doença cardíaca
  • Diabetes Tipo II
  • Câncer
  • Obesidade
  • Síndrome do intestino irritável
  • Síndrome metabólica
  • Degeneração macular

Principais benefícios do óleo de peixe

Conheça os melhores efeitos do óleo de peixe cientificamente comprovados:

  1. TDAH – A Universidade do Sul da Austrália determinou que a ingestão de óleo de peixe pode ajudar a reduzir sintomas comuns de TDAH: desatenção, hiperatividade, agitação e comportamento impulsivo.
  1. Ansiedade – O Diário Europeu de Neurociências publicou recentemente um estudo onde mostra que óleo de peixe auxiliou na reversão de quadros de ansiedade, depressão e mudança brusca de comportamento em pessoas mais velhas. Este é um estudo interessante porque sublinha a importância da suplementação com óleo de peixe em “períodos críticos de desenvolvimento do cérebro”, e afirma que é por isso que devemos dar a nossos filhos desde pequenos, para ajudá-los a não desenvolverem ansiedade e depressão mais tarde.  
  1. Artrite – Estudos comprovaram que pacientes que fizeram suplementação com óleo de peixe durante 18 meses exibiram reduções significativas da atividade da doença e nenhuma outra terapia superou os resultados.
  1. Doença de Alzheimer – Há vários anos, a conexão do óleo de peixe e doença de Alzheimer o tem sido estudada e vem apresentando resultados consistentes: os ácidos graxos essenciais vitais para a função cerebral que são encontrados no óleo de peixe não só podem retardar o declínio cognitivo como podem ajudar a prevenir a atrofia cerebral em adultos mais velhos.
  1. Afecções oculares – Em estudos, o óleo de peixe tem se mostrado eficiente para reverter a síndrome do olho seco e doenças oculares relacionadas à idade, como a catarata. Em março passado, pesquisadores franceses avaliaram 290 pacientes com degeneração macular relacionada à idade (DMRI) e descobriram que naqueles pacientes que faziam uso de óleo de peixe na dieta e ingeriam frutos do mar, os resultados foram significativamente menores. Devido aos altos níveis de EPA e DHA, concluiu-se que as pessoas em risco de DMRI neo vascular devem tomar suplementos de óleo de peixe diariamente.
  1. Doença cardiovascular (DCV) – De acordo com o Instituto de Pesquisa Cardiovascular em Maastricht na Holanda, “Estudos mostraram que a substituição de gordura por carboidratos pode não ser uma boa alternativa e que vários ácidos graxos polinsaturados têm ações benéficas ao invés de efeitos prejudiciais sobre o resultado cardiovascular “. Eles concluíram que os ácidos graxos ômega 3 provenientes do óleo de peixe têm propriedades anti-inflamatórias que podem ajudar a prevenir e reverter uma infinidade de doenças cardiovasculares.

Sabendo da importância da suplementação com o óleo de peixe, fique atento na hora de escolher seu suplemento. Escolha um fornecedor idôneo, que garanta a procedência do suplemento, observando sempre se está claro na embalagem ser isento de metais tóxicos e com alta concentração de ômega 3. Escolha consciente, seja Vital!

2 comentários em “Óleo de peixe, benefícios além da medicina”

Deixe um comentário

Deixe aqui seu e-mail pra receber conteúdos incríveis sobre qualidade de vida.

CATEGORIAS
Share on facebook
Share on twitter

VEJA TAMBÉM

Treine sua mente e se supere na atividade física

Ah, hoje eu não vou porque está chovendo. Amanhã eu não posso porque as crianças entram mais cedo na escola. Bom, ontem eu não fui então não adianta nada ir hoje. Segunda-feira eu começo.

Quem nunca usou essas desculpas para não fazer uma atividade física? A gente sabe, não é fácil trocar o travesseiro pelo tênis de corrida, mas é possível preparar a mente e parar de dar desculpas para si mesmo.

Linhaça: por que você ainda não consome?

Vamos fazer um teste? Pense nos principais alimentos que você ingeriu na última semana. Provavelmente nesta lista não vai ter a linhaça, acertei? Isso porque a maioria das pessoas desconhece todos os benefícios deste pequeno grão. Mas você pode e deve fazer uso deste alimento.
Veja o que ele pode fazer por você: melhorar a textura de pele e cabelo, auxiliar no emagrecimento…