Sálvia: componentes e benefícios dessa planta medicinal

Share on facebook
Share on twitter

Se você acompanha o nosso blog, certamente conhece algumas plantas medicinais que já foram citadas por aqui. Hoje, você vai descobrir as propriedades terapêuticas da sálvia, uma erva originária da região Mediterrânea, cujo nome já predestina a função pela qual ela se popularizou: salvar! (1) Cada vez mais existem estudos aprofundados sobre essas “dádivas” da natureza, comprovando seus benefícios para a nossa saúde.

A Salvia Officinalis também é conhecida como erva sagrada e é muito utilizada como tempero em comidas. É aromática, perene e pode ser encontrada em vários lugares do mundo, já que ela se adapta em solos quentes e secos. (2,3) Quanto ao sabor… bem, tem gente que ama e aqueles que não gostam de jeito nenhum. No entanto, o gosto amargo e potente não prejudica sua utilidade gastronômica nem seus fins terapêuticos, tanto que essa planta é usada por todas as medicinas populares europeias há centenas de anos, além de estar presente em muitos lares. (3,4,5)

Existe uma variedade de sálvias com sabores e fragrâncias específicas: Sálvia Tricolor; Groselha Preta; Grega; Esclareia; Icterina; Ananás; e Roxa. (3) Por serem fontes naturais de compostos antioxidantes, elas têm sido alvo de diversos estudos acerca do papel na prevenção e tratamento de doenças neurodegenerativas. (5) A seguir, você saberá a composição da sálvia para que então entenda da onde vieram tantos benefícios. 

Os componentes principais da sálvia 

Taninos tipo catequina (condensados), ácidos fenólicos (cafeico, ferúlico, rosmarínico, gálico, hidroxibenzóico, vanílico, cumárico e clorogénico), flavonoides, óleos essenciais (tujona, cânfora, cineol, humuleno, alfa-pineno), diterpenóides amargos (ácido carnósico), triterpenoides (ácido ursólico e oleanólico), mucilagem e resina. (5,6) Essas denominações podem não ser comuns no nosso dia a dia, contudo, vale ressaltar que, além desses compostos, a sálvia também contribui na absorção de alguns nutrientes, como vitaminas A, C e E, e minerais, como o magnésio, ferro e cálcio. (1)

Em 100 gramas dessa erva fresca, você encontra: 315 kcal de calorias; 13 g de gorduras totais; 7 g de gorduras saturadas; 1,8 g de gorduras polinsaturadas; 1,9 g de gorduras monoinsaturas; e mais: 0 g de colesterol; 11 g de sódio; 1.070 mg de potássio; 61 g de carboidratos; 40 g de fibra alimentar; 1,7 g de açúcar e, finalmente, 11 g de proteínas. (3) 

sálvia

Benefícios medicinais que a sálvia pode gerar na saúde

A sálvia tem ação digestiva, diurética, hipoglicêmica, antisséptica, antioxidante, além de prevenir queda capilar e favorecer o trânsito intestinal. (7) Famosa desde a antiguidade, as folhas eram utilizadas para tratar inflamações na boca, feridas e micoses, como também no descongestionamento das vias respiratórias, no alívio de picadas de insetos e auxílio na insônia. (1) Uma revisão desenvolvida em instituições do Irã sugere que o extrato, o óleo essencial, as cápsulas e infusão da sávia reduziriam o colesterol. (1)

Devido às suas propriedades terapêuticas, a sálvia vem sendo usada no tratamento de constipações, bronquite, feridas e infecções cutâneas, desordens menstruais, cefaleia, isquemia cerebral, problemas de memória e hepatite. (5) Por exercer atividade antioxidante, essa planta também atua na prevenção de diabetes, cirrose e doenças cardiovasculares. (5) Um outro aspecto interessante é que a sálvia serve como um bom expectorante, recomendada para quando se está resfriado. (4) Em função dos flavonoides presentes em sua composição, que ajudam a equilibrar o sistema hormonal, a sálvia também auxilia mulheres a tratarem problemas no ciclo menstrual e na menopausa. (4) 

Como utilizar a sálvia no dia a dia?

Como tempero, essa planta aromática vai bem com feijão, queijo, cebola e tomate, além de carnes, assados e conservas. (3,7) Também pode ser combinada com louro, alcacavia, folha de aipo, alho, gengibre desidratado, manjerona, páprica, salsa, seriguela e tomilho. (3)

É possível adicioná-la em diversos pratos, mas o método mais utilizado para experimentar é o chá. Basta uma colher de sopa ou três folhas grandes frescas de sálvia para 250 ml de água. É só deixar em infusão por 5 minutos e degustar logo em seguida. (1)

Atente-se aos cuidados: é recomendado evitar o uso durante a gravidez, lactação, em casos de insuficiência real, epilepsia e tumores estrógeno-dependentes. Pode causar irritação em pacientes sensíveis. (6)

Como vimos, a sálvia é uma planta bastante benéfica para a saúde, com propriedades benéficas e ricas em nutrientes que nos auxiliam na prevenção e tratamento de diversos problemas. Porém, é sempre importante consultar um profissional para introdução de qualquer substância nas refeições diárias, com cuidado e moderação. 

Fontes: 
  1. SANTOS, Maria Teresa. Quais são os benefícios da sálvia. Veja Saúde, 2020. Disponível em: <https://saude.abril.com.br/blog/boa-pergunta/beneficios-salvia/>. Acesso em 07 jun. 2021.
  2. SANTOS, Ana Raíza Oliveira dos et al. Efeito terapêutico da Salvia Officinalis em indivíduos com diabetes mellitus tipo 2. Conexão UNIFAMETRO 2019: diversidades tecnológicas e seus impactos Sustentáveis, XV Semana Acadêmica, 2019. Disponível em: <https://doity.com.br/media/doity/submissoes/5da51820-c798-4b1d-8b7a-156143cda1d7-resumo-expandido-finalpdf.pdf>. Acesso em 07 jun. 2021.
  3. GRINKE, Luciana Sartori. Gastronomia: temperos, aromas e sabores. 2018. 44 f. Artigo (Pós Graduação em Gastronomia Aplicada à Nutrição) – Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Ijuí, 2018. Disponível em: <https://bibliodigital.unijui.edu.br:8443/xmlui/bitstream/handle/123456789/5404/Luciana%20Sartori%20Grinke.pdf?sequence=1&isAllowed=y>. Acesso em 07 jun. 2021.
  4. GOIÁS. Secretaria do Estado da Administração. Portal do Servidor. Você sabia que a sálvia pode contribuir com a boa saúde das mulheres? 2016. Disponível em: <https://www.portaldoservidor.go.gov.br/not%C3%ADcias-e-curiosidades/6372-oce-sabia-que-a-salvia-pode-contribuir-com-a-boa-saude-das-mulheres.html>. Acesso em 07 jun. 2021.
  5. ABRAÇOS, Luísa Maria de Campos. Estudo de ingredientes de Salvia sclareoides – um contributo para o desenvolvimento de um potencial suplemento alimentar. 2017. 52 f. Dissertação (Mestrado em Química) – Faculdade de Ciências , Universidade de Lisboa, Lisboa, 2017. Disponível em: <https://repositorio.ul.pt/bitstream/10451/31323/1/ulfc121628_tm_Lu%C3%ADsa_Abra%C3%A7os.pdf>. Acesso em 07 jun. 2021.
  6. PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS. Plantas medicinais. 2018. Disponível em: <http://www.saude.campinas.sp.gov.br/saude/assist_farmaceutica/Cartilha_Plantas_Medicinais_Campinas.pdf>. Acesso em 07 jun. 2021.
  7. SCINOCCA, Ana Paula. Conheça os benefícios de dez ervas que podem ser cultivadas em casa. Estadão, 2015. Disponível em: <https://emais.estadao.com.br/blogs/vigilante-da-causa-magra/conheca-os-beneficios-de-dez-ervas-que-podem-ser-cultivadas-em-casa/>. Acesso em 07 jun. 2021.

Deixe um comentário

Deixe aqui seu e-mail pra receber conteúdos incríveis sobre qualidade de vida.

CATEGORIAS
Share on facebook
Share on twitter

VEJA TAMBÉM

Saiba quais alimentos evitar na menopausa

Ondas de calor, irritabilidade, sensibilidade, insônia e ganho de peso. Estes são alguns sintomas desagradáveis que vêm com a menopausa, período que marca o fim do período menstrual. A boa notícia: é perfeitamente possível controlar tudo isso com uma alimentação saudável!

Óleo de amêndoas, sua pele sempre jovem e você saudável

Você já deve ter ouvido falar no óleo de amêndoas, certo? Ele é sempre lembrado quando se fala em tratamentos de beleza para a pele e cabelos. Mas além disso, este óleo tem uma série de propriedades que podem fazer bem à saúde do corpo. Isso porque ele é uma substância rica em vitamina E, ácidos graxos monoinsaturados, proteínas, potássio e zinco, além de uma série de outros minerais e vitaminas.

A meditação pode mesmo ajudar contra depressão e ansiedade?

No mundo de hoje parece que nunca sobra tempo para nada. Estamos sempre correndo para dar conta dos compromissos e parece que quanto mais resolvemos coisas, mais tarefas aparecem. Basta conversar com alguém por alguns minutos para ouvir a frase: “nossa, minha vida está uma correria”, não é assim? Além disso, com a internet, estar conectado e responder todas as mensagens imediatamente é quase uma obrigação.

Infelizmente esse estilo de vida acelerado pode…