ômega 3

Gravidez e a importância da suplementação com ômega 3

A ciência está constantemente expandindo nosso conhecimento sobre necessidades nutricionais durante a gravidez. Entre as mais recentes descobertas nesta área, está a importância do ácido graxo ômega 3, tanto para o desenvolvimento de um bebê saudável como para a saúde da mãe.

LER MAIS

Hábitos que te deixam mais feliz

Felicidade e saúde andam juntas – dizem os pesquisadores, que após estudos descobriram que pessoas felizes adoecem menos e são mais produtivas. “Uma boa nutrição beneficia o corpo por dentro e por fora. Ela desempenha um papel fundamental na prevenção e gerenciamento de doenças crônicas, doenças que provocam excesso de peso e resfriados”, disse Melissa Wdowik, professora assistente no Departamento de Ciência dos Alimentos e Nutrição Humana da Universidade Estadual do Colorado. “Tão importante quanto isso, comer saudavelmente aumenta a energia, melhora a autoestima, promove o humor e reduz o estresse. Tudo isso acabará por elevar a produtividade e reduzir os custos com cuidados de saúde.” Existem alguns alimentos que contêm dentro de suas proteínas um aminoácido chamado triptofano, que é um precursor da serotonina, o hormônio da alegria. Algumas pequenas mudanças nos hábitos diários podem fazer uma grande diferença: 1. Coma alimentos ricos em triptofano O triptofano é um precursor da serotonina, e é encontrado em alimentos como frango, ovos, peixe, nozes, sementes de girassol, sementes de abóbora e o óleo de semente de abóbora. Ovos também são ricos em triptofano – que fica diretamente envolvido na síntese de serotonina. Frutas frescas, cereais integrais e leguminosas tem uma grande quantidade de fibras e são ideais para ajudar no tratamento de quadros de depressão e podem neutralizar a ansiedade. Nozes, amêndoas, avelãs, têm triptofano na sua composição química. 2. Procure comer alimentos fermentados diariamente, como iogurte, leite cru e kefir Estes alimentos ajudam a absorver os nutrientes necessários para a produção de serotonina e ajudam

LER MAIS

Como aliviar os sintomas do Lúpus

Lúpus eritematoso sistêmico (LES) é a forma mais comum de lúpus. O lúpus é uma doença autoimune, o que significa que o sistema imune do corpo ataca erroneamente órgãos e tecidos saudáveis. O lúpus pode afetar qualquer parte do corpo, causando inflamação e danos nas articulações, pele, rins, coração, pulmões, vasos sanguíneos e até mesmo o cérebro.

LER MAIS

Fontes de alimentos ricas em Ômega 3

São vários os tipos de gordura presentes nos alimentos, porém, nem toda gordura é ruim, pelo contrário, algumas delas são essenciais para o bom funcionamento do nosso organismo. Uma pequena porção na dieta pode ajudar o organismo a absorver determinados nutrientes. O ômega 3 é uma dessas gorduras, é um “nutriente essencial” para a saúde. Em termos nutricionais, isso quer dizer que, apesar de ser um lipídio que precisa estar presente em nosso corpo para o seu bom funcionamento, o ômega 3 não é produzido por nosso organismo. Por isso, para uma saúde nutricional equilibrada, é fundamental alimentar-se de boas fontes de ômega 3. Conheça algumas das fontes mais ricas de Ômega 3: Alimentos mais saudáveis ​​do mundo classificados como fontes de gorduras Ômega 3 Alimento Porção Calorias Quantidade (g) VDR/VD (%) Classificação dos alimentos mais saudáveis Sementes de Linhaça 2 colheres de sopa 74,8 3,19 133 excelente Nozes 0,25 xícara 196,2 2,72 113 excelente Sardinhas 90 g 188,7 1,46 61 muito bom Salmão 113 g 157,6 1,32 55 muito bom Couve de bruxelas 1 xícara 56,2 0,27 11 muito bom Couve flor 1 xícara 28,5 0,21 9 muito bom Camarão 113 g 134,9 0,34 14 bom Brócolis 1 xícara 54,6 0,19 8 bom Bacalhau 113 g 96,4 0,19 8 bom Couve galega 1 xícara 62,7 0,18 8 bom Espinafre 1 xícara 41,4 0,17 7 bom Couve 1 xícara 36,4 0,13 5 bom Vagem 1 xícara 43,8 0,11 5 bom Nabo 1 xícara 28,8 0,09 4 bom Couve – china 1 xícara 20,4 0,07 3

LER MAIS

A importância do equilíbrio Ômega 3 / Ômega 6

A gordura, em suas mais variadas formas, é responsável por aproximadamente 25 a 30% do peso corpóreo adulto normal, e nosso cérebro – o mais frágil de todos os órgãos – contém um percentual ainda maior dessa substância, aproximadamente 60%. A gordura funciona como um cobertor sob a pele, acolchoa nossos órgãos vitais, armazena energia e serve como estrutura básica para todos os tecidos vivos. Os adultos precisam de determinadas gorduras para o reparo tecidual e como componentes básicos nos processos químicos dos quais dependem a energia, o metabolismo, a reprodução e, por fim, a sobrevivência. O fato de o leite materno ser rico em determinadas gorduras essenciais – principalmente no ácido gama linolênico e em seus parentes biológicos próximos – nos dá uma pista quanto aos tipos de gordura mais importantes. Ômega 3 / Ômega 6 Os ácidos Ômega 3 e Ômega 6 (ácido alfa linolênico, ALA) são chamados de ácidos graxos poli-insaturados porque eles têm muitas ligações duplas (poli = muitos). Nosso corpo não tem as enzimas para produzi-los e, portanto, temos de obtê-los a partir de nossa dieta. Se não os obtemos através da alimentação, ficamos sujeitos a desenvolver uma deficiência e adoecer. É por isso que eles são chamados de ácidos graxos “essenciais”. No entanto, esses ácidos graxos são diferentes da maioria das outras gorduras. Eles não são simplesmente usados ​​para energia, são biologicamente ativos e têm papéis importantes em processos como a coagulação do sangue e a inflamação. Um fato importante: ômega 3 e ômega 6 não têm os mesmos

LER MAIS

Para que serve o Ômega 3?

Embora seja um assunto muito comentado, muitos ainda não conhecem o Ômega 3, não sabem para que serve, nem quais são seus benefícios. O corpo humano é capaz de produzir a maioria das gorduras que necessita, porém para um melhor funcionamento, precisa também de outras gorduras. Este é o caso de ômega 3 (ácidos graxos) que são gorduras essenciais – o corpo não pode produzi-lo, e deve ser obtido a partir de alimentos. Os alimentos ricos em ômega 3 incluem peixes, óleos vegetais, nozes, sementes de linhaça, óleo de linhaça, chia e vegetais folhosos. Mas não é só isso!  A quantidade ingerida através dos alimentos muitas vezes não é suficiente, sendo necessário assim o uso de um bom suplemento alimentar. O que é o Ômega 3? O ômega 3 é um ácido graxo poli-insaturado, com nutrientes fundamentais para o seu corpo. É composto por 3 gorduras: o ALA (ácido alfa linolênico) encontrado em sementes, como linhaça, chia, nozes, castanhas e hortaliças verdes (como couve e brócolis) e os presentes principalmente no óleo de peixe: O EPA (ácido eicosapentaenóico)  E O DHA (docosahexaenóico). Para que serve? O que torna o ácido graxo ômega 3 especial? Além de ser considerado uma gordura boa, ele é parte integrante das membranas celulares por todo o corpo e afeta a função dos receptores de células nestas membranas. Eles fornecem o ponto de partida para a produção de hormônios que regulam a coagulação sanguínea, contração e relaxamento das paredes das artérias, e inflamações. Eles também se ligam a receptores em células

LER MAIS

Ômega 3 e a prática esportiva

Em busca de uma boa performance, muitos atletas fazem uso de suplementos que ajudam a melhorar o desempenho. Estes suplementos podem proporcionar uma variedade de benefícios, tais como auxílio do aumento da força, potência, velocidade, resistência, até mesmo alteração de peso corporal, e o óleo de linhaça (contendo o ácido graxo ômega 3) pode ser considerado um poderoso aliado na melhora do desempenho do atleta.   Os ácidos graxos ômega 3 são gorduras essenciais necessárias para uma variedade de funções fisiológicas importantes, que incluem a melhora das habilidades cognitivas, incluindo o tempo de reação, tomada de decisão, concentração, memória e estabilizador do humor. Seu corpo precisa desta gordura indispensável para as membranas celulares e para a função normal do cérebro e visão! Uma constante queixa dos atletas é o aumento do estresse oxidativo muscular e respostas inflamatórias após exercícios e é bem sabido que o exercício exaustivo pode levar a fadiga, dor muscular de início retardado e até mesmo um decréscimo no desempenho. Estes fatos os tornam cada vez mais adeptos do uso destes ácidos graxos, visando, além de uma melhor performance, uma recuperação muscular mais rápida. Confira alguns dos grandes benefícios do Ômega 3 na suplementação para a prática esportiva: Rápida recuperação Altos níveis de inflamação podem contrariar alguns dos efeitos positivos do exercício sobre a sensibilidade à insulina e outros benefícios metabólicos. Se a inflamação permanece elevada após o exercício, pode impactar negativamente a dor muscular, a reparação tecidual e outros aspectos da recuperação. O ômega 3 também pode abrandar o processo de

LER MAIS

Óleo de peixe – mitos e verdades

O óleo de peixe é uma excelente fonte de ômega 3, um tipo de lipídio conhecido como um “nutriente essencial”. Em termos nutricionais, isso quer dizer que o ômega 3, apesar de ser fundamental para o bom funcionamento do nosso organismo, não é produzido pelo corpo humano e, por isso, precisa estar presente em uma dieta equilibrada e ser consumido com regularidade.

LER MAIS

Você sabia que o ômega 3 é um amigo do coração?

O ômega 3 pode auxiliar na saúde do coração. Mas, para isso, é fundamental que ele tenha uma boa procedência. Para explicar um pouco mais sobre o assunto e dar dicas para você escolher um ômega 3 de qualidade, a nutricionista Aline Silva gravou este pequeno vídeo. Não deixe de assistir!  

LER MAIS

Você sabe escolher um bom ômega 3?

Ao escolher um suplemento com ômega 3, é preciso ler informações importantes contidas no rótulo. É que existem diferenças na concentração e até na qualidade do ômega 3 dos produtos encontrados no mercado. Por isso, o barato, muitas vezes, pode sair caro! Para dar dicas sobre como escolher um bom suplemento de ômega 3, a nutricionista Aline Silva gravou este pequeno vídeo:

LER MAIS

Linhaça: benefícios da semente além do emagrecimento

Fonte: mdemulher.abril.com.br 1 – Faz o intestino funcionar O consumo diário de fibras é indispensável ao bom funcionamento do intestino. O grupo das insolúveis, que equivalem a dois terços do teor de fibras da linhaça, facilitam o trabalho mecânico. Representadas pela celulose, pelas ligninas e pelas hemiceluloses, elas retêm líquidos e aumentam o volume e o peso do bolo fecal, estimulando a mobilidade do intestino. Ou seja, mais preenchido, com suas paredes pressionadas por esse bolo fecal volumoso, ele se movimenta mais e melhor. Já as fibras solúveis atuam ali de outra maneira: em contato com a água, formam um gel lubrificante que é incorporado às fezes e facilita sua eliminação. Elas ainda sofrem a ação de bactérias fermentadoras que habitam o ambiente intestinal. Desse processo, formam-se compostos como os gases dióxido de carbono, hidrogênio e metano, que também impulsionam a eliminação do bolo fecal. 2 – Deixa a pele saudável Sim, esse é mais um benefício da linhaça. Mais especificamente do óleo extraído dela – rico emômega-3 e ômega-6, ácidos graxos necessários à formação das membranas celulares. 3 – Afasta o diabetes Fibras Entre os nutrientes que dão aquela força para evitar os picos de glicose – fator de risco para odiabetes -, merecem destaque as fibras solúveis e insolúveis. E, como já mencionamos, essas substâncias tornam o processo digestivo mais lento. Para quem enfrenta o diabetes, a lentidão é uma enorme vantagem porque diminuir a velocidade com que o açúcar será liberado na circulação faz uma tremenda diferença. Ômega-3 Esse ácido graxo tem sido

LER MAIS

Ao repor substâncias, sucos funcionais fazem bem ao cabelo

Fonte: beleza.terra.com.br Os sucos funcionais que estão fazendo sucesso nas dietas detox trazem benefícios também ao cabelo. Essa combinação de frutas, verduras e outros ingredientes são grandes fontes de nutrientes, vitaminas e minerais, substâncias que são perdidas pelos fios e precisam ser repostas. A nutricionista Graciane Leal, da Via Verde Naturais, do Rio de Janeiro, garante que ingerir esses combinados só ajuda a ter um cabelo bonito e saudável. “Os sucos auxiliam na hidratação e desintoxicação do organismo como um todo, favorecendo o brilho e a maciez dos fios”, revela. Graciane destaca alguns nutrientes como fundamentais para trazer mais saúde ao cabelo. “Proteína de soja, cápsulas de ômega-3, ômega-6 e de zinco, aveia, linhaça, frutas desidratadas e frutas oleaginosas. Todos eles são excelentes”, garante. A profissional ressalta que estes ingredientes, aliados aos cuidados básicos com o cabelo, vão trazer resultados positivos. “Fios mais bonitos e brilhantes”. Desintoxicação Um cabelo bonito e saudável tem relação com a quantidade de nutrientes e água presentes no fio. A falta ou a deficiência se reflete em cutículas abertas, o que pode causar descamações, perda de brilho e pontas duplas. “Os minerais, as vitaminas e os fitoativos – fonte proteica – combatem a queda, fortalecem o cabelo, melhoram a elasticidade dos fios e aumentam a expectativa de vida das células que compõem a fibra capilar”, explica Graciane Leal, lembrando que a dieta detox está contribuindo para beleza do cabelo. “Como o objetivo é a desintoxicação, ela é uma grande aliada para a hidratação e a saúde dos fios”.

LER MAIS