As maravilhas da cranberry para a nossa saúde

Share on facebook
Share on twitter

Já ouviu falar em cranberry? Se a resposta foi não, vale a pena dar uma olhadinha no texto que escrevemos sobre essa fruta que é sucesso na América do Norte e tem, cada vez mais, ganhado o coração dos brasileiros pelo gostinho e diversos benefícios à nossa saúde. No texto que comentamos, além de falarmos mais sobre a origem da cranberry, também abordamos especificamente um dos seus maiores benefícios, que está associado ao trato urinário e, agora, chegou o momento de descobrir ainda mais benefícios dessa frutinha. (1)

Quando paramos para pensar em todas as frutas, legumes e vegetais que existem no planeta, nos damos conta de que a natureza é a melhor amiga da nossa saúde, não é mesmo?! São diversas espécies de plantas com potencial nutritivo, em que algumas são conhecidas mundialmente e outras têm a popularidade concentrada em regiões específicas do mapa. Com o aumento de estudos científicos e da facilidade de obter informações em poucos minutos navegando pela internet, está sendo cada vez mais comum e acessível a adoção de hábitos saudáveis, sobretudo, a procura por uma dieta balanceada e equilibrada. Valorizar essa variedade de alimentos em nosso prato, além de oferecer os nutrientes necessários para alimentar o nosso organismo com qualidade, deixa a vida muito mais gostosa!

Por isso, incluir a cranberry no cardápio só oferece pontos positivos para a nossa saúde, e é sobre eles que falaremos! Mas, antes, vamos dar uma olhada na composição dessa fruta?

Propriedades da cranberry

Aliado do organismo, a cranberry é considerado uma fruta multifacetada! Cada vez mais é reconhecida como um elemento que proporciona muitos benefícios à saúde de todo o corpo, com o seu tom vermelho e chamativo em conjunto com o sabor agridoce que chama a atenção dos consumidores. (2)

Falando de propriedades, a cranberry proporciona níveis moderados de vitamina C, fibra dietética e manganês. Sua composição inclui 10% de carboidratos e mais de 80% de água. A fruta também é constituída por flavonóides, antocianinas, catequinas, triterpenóides e ácidos (acético, ascórbico, cáprico, málico, valeriânico, cítrico), além de sais minerais (magnésio, ferro, cálcio e selênio). (1,3) 

Cranberry e o coração

Em um estudo realizado com 56 voluntários adultos no Departamento de Agricultura dos EUA (USDA), descobriu-se que o consumo regular de 500 ml de suco de cranberry por dia pode melhorar os níveis de açúcar e lipídios no sangue, além de auxiliar no controle da pressão arterial. Com isso, os pesquisadores entenderam que a inclusão da cranberry na alimentação pode reduzir em 10% os riscos de doenças cardíacas e 15% a menos de chances de desenvolver doenças crônicas, como a diabetes, e sofrer derrames. (4) Além de possuir propriedades que auxiliam na diminuição dos riscos de doenças cardiovasculares, relacionado à redução da pressão sanguínea e agregação plaquetária, a fruta também atua na concentração do colesterol. (3)

Cranberry e saúde bucal

Alguns estudos revelam que compostos presentes na cranberry são benéficos para o tratamento de cáries e gengivite, promovendo todo o sistema bucal e seus tecidos, sendo capaz de inibir ou até mesmo reverter a formação de placas por bactérias. (1,3)  Mas, como isso acontece?

O microrganismo Streptococcus Mutans é uma bactéria corriqueira na cavidade bucal dos seres humanos, sendo a principal causadora do surgimento de cáries, devido à capacidade acidogênica e acidúrica. No suco de cranberries há um componente químico que é capaz de inibir ou até mesmo reverter a formação de placas bacterianas, tornando-se um grande aliado da saúde dentária. (1)

Cranberry na prevenção de câncer

A cranberry leva, em sua composição, ativos que apresentam efeito potencial quimiopreventivo e quimioterápicos nas fases de formação do câncer, como as proantocianidinas, que podem reduzir significativamente o crescimento celular e o alastramento das células do tumor. Além dessa substância, a cranberry contém quercetina, um fitoquímico que tem sido conhecido como um inibidor do câncer de bexiga, atuando na diminuição do tamanho do tumor e na proliferação celular. (5)

cranberry

Como incluir a cranberry na alimentação?

No quesito processamento, a cranberry se destaca por sua versatilidade e capacidade de resistir às etapas de fabricação sem comprometer suas qualidades e poderes nutritivos. Cerca de 95% da produção de cranberry é processada em sucos, molho e bagas adoçadas e secas. O restante, 5%, é adquiridos de forma in natura. (1)

Você também pode incluir o Cranberry em:

  • Geleias;
  • Sorvetes;
  • Suflês;
  • Tortas, bolos, cupcakes;
  • Biscoitos;
  • Barra de cereais;

Além de também encontrar a cranberry em cápsulas, como suplemento.

Entendemos que a ingestão regular de cranberry na alimentação pode trazer diversos benefícios que contribuem para a saúde de todo o corpo. Felizmente, esse fruto se torna cada vez mais difundido no Brasil e no mundo, trazendo mais qualidade de vida à população que prioriza hábitos saudáveis. Logo, se torna uma ótima opção para ser incluída na dieta do dia a dia.

Fontes: 
  1. CRANBERRY a pequena notável. Aditivos & Ingredientes, p. 53-54. Disponível em: <https://funcionaisnutraceuticos.com.br/upload_arquivos/201612/2016120509826001481549788.pdf>. Acesso em 25 jun. 2021.
  2. GIRARD, Kristen. Cranberry: uma fruta com muitos benefícios. Food Ingredients Brasil. Disponível em: <https://revista-fi.com.br/artigos/ingredientes-funcionais/cranberry-uma-fruta-com-muitos-beneficios>. Acesso em 25 jun. 2021.
  3. SILVA, Marcos José C. Neto; PAIXÃO, Flávia C. de Oliveira; PEREIRA, Adriana de F. Vasconcelos. Influência do uso de cranberry na saúde sistêmica e bucal. Rev. Pesq. Saúde, v. 16, n. 1, p. 50-55, 2015.
  4. TONUSSI, Carlos Rogério. Suco de cranberry pode ajudar a proteger contra doenças cardíacas e fatores de risco de diabetes. UFSC – Departamento de Farmacologia, 2015. Disponível em: <https://farmaco.ufsc.br/2015/07/09/suco-de-cranberry-pode-ajudar-a-proteger-contra-doencas-cardiacas-e-fatores-de-risco-de-diabetes/>. Acesso em 25 jun. 2021.
  5. FRANÇA, Ana Carolina Y. da Rocha; COUTINHO, Vanessa Gomes; SPEXOTO, Maria Cláudia. O consumo do cranberry no tratamento de doenças inflamatórioas. Ensaios e Ciências: Ciências Biológicas, Agrárias e da Saúde, v. 18, n. 1, p. 47-53, 2014. Disponível em: <https://www.redalyc.org/pdf/260/26037787007.pdf>. Acesso em 25 jun. 2021.

Deixe um comentário

Deixe aqui seu e-mail pra receber conteúdos incríveis sobre qualidade de vida.

CATEGORIAS
Share on facebook
Share on twitter

VEJA TAMBÉM

5 suplementos que você deve considerar adicionar à sua rotina alimentar

Alimentar é dar para o corpo nutrientes necessários para a sua vitalidade. Esses nutrientes encontram-se em alimentos de origem vegetal ou animal. Os alimentos são triturados em pequenas porções através da digestão e absorção, que começa na boca, com a mastigação, e acaba nos intestinos, onde os nutrientes são absorvidos para serem usados nas nossas células, tecidos, músculos, órgãos, e em diversas funções biológicas.

Saiba porque cozinhar não é apenas preparar alimentos

Você chega em casa morrendo de fome, senta na mesa para almoçar e lá está sua comida preferida. Você come tudo se deliciando com cada garfada e depois vem a satisfação. É uma delícia né? Mas saiba que além de nutrir o corpo, uma refeição pode alimentar a alma, reforçar os laços familiares e ainda ser um grande aprendizado. Ao se alimentar ou cozinhar você pode: