verão

Quais os cuidados com a saúde o verão exige?

Os cuidados com a saúde devem acontecer o ano inteiro, claro. Mas quando as estações do ano vêm com temperaturas muito mais altas ou muito mais baixas, devemos tomar cuidados especiais Agora, com a aproximação do verão, já estamos vivendo dias de temperaturas mais quentes. É normal que fiquemos um pouco perdidos sobre a melhor decisão a ser tomada quando falamos de aproveitar o verão de forma consciente. Por isso, preparamos um conteúdo super especial para tirar as dúvidas que mais surgem nesse período, para você aproveitar cada momento sem ameaçar a saúde. Vamos lá? É possível morrer de calor? De vez em quando, ouvimos e reproduzimos essa expressão tão comum no cotidiano do brasileiro que vivencia as nuances de um clima tropical. Estamos falando da famosa frase “vou morrer de calor!”. À propósito, você sabia que isso realmente pode acontecer? Primeiro, é preciso que você entenda os riscos que acompanham a chegada do verão, para que, então, possa se proteger adequadamente e curtir essa estação do ano sem perigos. Estudos apontam que, durante as ondas de calor que acontecem especialmente no verão, há um aumento na taxa de mortalidade de alguns grupos, sobretudo os de pessoas idosas e bebês, que, muitas vezes, dependem de cuidados de terceiros para se protegerem, além de possuírem menor capacidade de adaptação. (1) Quando está calor, o suor aparece como uma forma de regular a temperatura do corpo. O cérebro envia os comandos para que a temperatura da pele caia, o que influencia também na temperatura do sangue circulando

LER MAIS
glutamina

Benefícios da glutamina para praticantes de atividade física

A prática de atividades físicas requer uma boa condição nutricional para que seja benéfica ao organismo, maximizando a saúde e bem-estar do indivíduo. Quando falamos em aumento de performance, logo citamos as intervenções nutricionais que utilizam diferentes compostos, chamados ergogênicos, buscando sempre a melhora do desempenho do atleta.(1,2) No texto de hoje, vamos abordar sobre um desses compostos, a glutamina, que cada vez mais vem recebendo destaque pela sua atividade de otimização dos resultados e na potencialização da performance atlética.  O que é glutamina? A glutamina é o aminoácido livre mais abundante no plasma sanguíneo, sendo o tecido muscular esquelético o seu principal agente de produção, estoque e liberação para a corrente sanguínea. Por ser produzida pelo organismo, recebe a classificação de aminoácido não essencial. (1) No entanto, essa rotulação vem sendo questionada, pois, em situações críticas, como traumas e a prática de exercícios físicos exaustivos, a produção de glutamina não supre a demanda exigida pelo organismo, ocasionando a situação de deficiência. (1) As atividades físicas prolongadas e intensas podem desequilibrar a estabilidade que o organismo precisa para funcionar adequadamente, causando a diminuição das concentrações musculares e sanguíneas de glutamina, o que acaba contribuindo para o enfraquecimento do sistema imunológico, principalmente em atletas. (1) Sendo assim, esse aminoácido é considerado um combustível importante para as células imunológicas e pode ter um impacto especial sobre a estimulação imune, já que a sua diminuição plasmática pode tornar os atletas mais suscetíveis a infecções do trato respiratório superior e, consequentemente, diminuir o desempenho atlético. (1,3)  Qual a função

LER MAIS
praia

Curtindo a praia com mais saúde

O dia daquela viagem marcada desde o início do ano se aproxima. Finalmente, o momento de curtir a praia vem chegando e quase já é possível ouvir o som do mar. Mas, será que você está preparado para viver esse momento da melhor forma? Caso não tenha certeza, saiba que, depois desse texto, a sua experiência diante desse momento tão esperado será bem mais segura, principalmente quando falamos sobre os cuidados com a pele. Afinal, a saúde não tira férias. Doenças que mais aparecem na praia Chega o verão e o maior órgão do corpo humano fica ainda mais exposto. A combinação de sol, excesso de suor, areia e praia pode elevar o risco de algumas doenças de pele. Então, é importante que você saiba quais são e como evitar. (1)  Brotoejas: São pequenas bolinhas que surgem devido ao contato da pele com o suor. Aparecem especialmente em bebês, naquelas “dobrinhas” da própria pele ou das roupas. As bolhas podem ser transparentes e com pouca coceira, como também avermelhadas que provocam bastante coceira. (1) Para evitar a brotoeja, o ideal é utilizar roupas leves e soltas, evitando locais muito abafados que provocam o suor excessivo. (1)  Micoses: Causadas por fungos, essas infecções podem surgir na pele, unhas e cabelos. Ninguém está livre desse problema. Ao estar diante de condições favoráveis ao seu crescimento, como calor, umidade e baixa de imunidade, esses fungos têm ainda mais chances de se reproduzirem e causar a doença. (1) A melhor forma de prevenir é manter hábitos básicos de higiene,

LER MAIS

O poder do pensamento positivo!

Em meio às dificuldades do dia a dia, uma atitude otimista se torna cada vez mais rara. Um fato é que o pensamento positivo pode influenciar muito a resistência do organismo às doenças e nos levar em direção à novas oportunidades. (1,2) Pessoas que enxergam o lado bom da vida tendem a ser mais cuidadosas com a saúde, buscam praticar exercícios físicos e se alimentar melhor. Do contrário, a negatividade gera estresse e nos torna menos receptivos a tudo que nos rodeia. (1,2) O livro “O Segredo”, da autora Rhonda Byrne, traz a fórmula “Peça, Acredite e Receba”. É como se, ao realizar um pedido e acreditar que será possível, o universo se movesse para que ele realmente se realize. (1) No texto de hoje, vamos abordar o poder do pensamento positivo e como mantê-lo em nossa rotina para que cada vez mais possamos encarar a vida com mais leveza e felicidade. Mantendo pensamentos positivos As reações criadas pelo pensamento positivo geram determinadas construções químicas no cérebro, como liberação de hormônios e manipulação de neurotransmissores. Essas construções produzirão efeitos fisiológicos, ligados ao sistema endócrino, influenciando na qualidade de vida. É por isso que encaramos o pensamento positivo como algo poderoso. Quando usado corretamente, sem exageros, a dinâmica mental pode nos levar a um lugar de esperança e otimismo. (2) O escritor americano Norman Vincent Peale, autor do livro “O Poder do Pensamento Positivo”, define o conceito como a habilidade de enxergar além das dificuldades, é a capacidade de procurar soluções e absorver o aprendizado junto

LER MAIS
imunidade

Como dar um up na imunidade e não ter surpresas na viagem de fim de ano

Imagina só: passar o ano todo esperando pela a viagem do fim de ano, vislumbrando aquela praia maravilhosa ou aquele campo tranquilo, para chegar próximo da data e a imunidade não colaborar. Aí não dá, né? Então, não perca essas dicas de como dar um up na imunidade para não ter surpresas na viagem e aproveitar tudo, com muita diversão e, claro, sem deixar de lado o merecido descanso. O sistema imune é fundamental para manter o equilíbrio do organismo. Constituído por uma rede de órgãos, células e moléculas, ele envolve reações e etapas complexas, com a função de combater agentes estranhos que possam tentar invadir o nosso corpo, tais como bactérias, vírus e parasitas. (1,2) Nesse contexto, temos os anticorpos, que são os organismos responsáveis por eliminar essas ameaças. Quando alguma função do sistema imunológico começa a falhar, esses anticorpos não são mais produzidos na quantidade adequada ou podem começar a agir de modo que não nos protejam corretamente. Então, o nosso corpo fica vulnerável a doenças. (3) Diversos fatores externos podem influenciar na saúde da imunidade, como: má alimentação, estresse, privação de sono, má digestão e absorção de nutrientes, sedentarismo, entre outros. (1) Nesse sentido, existem algumas práticas e hábitos que podem contribuir para a melhora e fortalecimento do sistema imunológico que você pode por em prática para permanecer cheio de energia e disposição na viagem de férias. Veremos a seguir.    Nutrientes essenciais para a imunidade Cada vez mais, a nutrição vem sendo considerada uma ferramenta essencial para a manutenção do sistema

LER MAIS
final de ano

Um ano de desafios e transformações: lições de 2021 para levar para 2022

Gostaríamos de iniciar essa mensagem de fim de ano celebrando a sua vida. Você estar aqui é um presente! Este é o momento de refletir sobre os aprendizados de um período extenso e difícil que trouxe mudanças abruptas em nosso cotidiano. De fato, 2021 não foi um ano fácil para todos os lugares no mundo, sobretudo, no Brasil. Perdas, tragédias, decepções, inseguranças e medos tomaram nossos lares e a pandemia mostrou ainda mais sua força em relação ao ano em que começou. Em 2020, nos deparamos com a surpresa de uma realidade desconhecida e, mais do que nunca, foi preciso agirmos com prudência e adaptação ao que não é esperado. A segunda parte da pandemia, também conhecida como o ano de 2021, tomou proporções impactantes, como a marca de mais de 600.000 pessoas vitimadas pela COVID-19 em nosso país. (1) Por meses, vivemos momentos de incerteza. Certamente, temos muito o que falar sobre os desafios enfrentados ao longo desse ano, mas, hoje, queremos trazer a superação como a principal palavra que norteou nossos passos até aqui. Não se engane, a pandemia ainda não acabou. No entanto, felizmente, estamos lidando com a temporada mais tranquila dos últimos meses, em que já é possível visualizar e experimentar um pouquinho do nosso antigo normal. Agora, convidamos você a fazer uma viagem para dentro de si mesmo, a fim de identificar as transformações que ocorreram por aí e trazê-las como lição para guiar os próximos caminhos nessa jornada. Saúde mental importa Constantemente negligenciada, essa é uma das principais lições

LER MAIS
intestino Irritavel

Síndrome do Intestino Irritável e alimentação: qual a relação?

A Síndrome do Intestino Irritável (SII) está presente em cerca de 20% da população mundial. Essa condição começa a se manifestar, normalmente, após vivenciarmos um momento de estresse, tanto físico quanto emocional. Não podemos afirmar que se trata de um problema de critério psicológico, pois ocorrem alterações funcionais no órgão intestinal. No entanto, o fator emocional é realmente um grande desencadeador de crises. (1) Quer saber mais? Continue a leitura! Neste texto, trouxemos informações sobre a Síndrome do Intestino Irritável e te ajudamos a entender qual a relação dela com a alimentação. O que é a Síndrome do Intestino Irritável (SII)? A Síndrome do Intestino Irritável é um distúrbio caracterizado por desconforto abdominal, dor, diarreia e prisão de ventre. É definida como uma doença funcional, pois não apresenta anormalidades estruturais e bioquímicas. (2,3) Apesar de as causas não serem muito esclarecidas, especialistas acreditam que a hipersensibilidade visceral pode ser agravada pelo consumo de certos alimentos. Portanto, a Síndrome do Intestino Irritável também é definida como um distúrbio multifatorial, que está relacionado com transtornos neurológicos diretamente ligados ao intestino. (2,3) Portadores da Síndrome do Intestino Irritável descrevem a presença de dores e desconfortos abdominais recorrentes, acompanhados de alguns sintomas que podem continuar por semanas e meses, interferindo na qualidade de vida dos pacientes. (2) São eles: Constipação e diarreia, sem motivo aparente; (1,2) Alívio total ou parcial da dor após a evacuação; (2) Distensão abdominal e flatulências; (2) Inchaço temporário da barriga, com dores, após as refeições. (1) As causas da Síndrome do Instestino Irritável podem

LER MAIS

Disposição: quais nutrientes nos ajudam a ter mais energia?

Após um dia longo cheio de tarefas, afazeres diários, trabalho e estresse, nos deparamos com a sensação de que a energia do nosso corpo acabou ou está prestes a acabar, que estamos sem disposição alguma. Nesse caso, é muito comum associarmos o motivo do cansaço a todos esses fatores que acabamos de citar, no entanto, você sabia que, muitas vezes, o que pode arruinar a sua disposição é uma alimentação irregular? (1) Por isso, neste texto, vamos falar sobre quais compostos podem ser bem úteis para o bom funcionamento da máquina mais complexa de todas: o seu corpo! O que pode acabar com a disposição? Quando estamos sem disposição, a primeira coisa que pensamos é que não dormimos bem. Realmente, não há dúvidas de que um sono de qualidade ruim impacta negativamente na nossa disposição ao longo do dia. (2) Paralelo a isso, as dietas restritivas, invariáveis ou muito pesadas também proporcionam sensação de fadiga e podem acabar com a disposição. A partir daí, vemos que hábitos saudáveis possuem papel fundamental para manter o nosso nível de energia elevado. (2) Um outro ponto é que longos períodos de jejum interferem significativamente na nossa capacidade de produzir e racionar. Por essa razão, o café da manhã é considerado uma das principais refeições do dia, já que o organismo necessita de um empurrãozinho para dar início a rotina e manter a disposição em alta. (2) Ao ignorarmos o desjejum, nos tornamos mais propensos a encarar a fadiga e a falta de concentração durante a realização de tarefas,

LER MAIS

Como a pele pode sofrer os efeitos do estresse e da má alimentação?

Você já notou alterações na  sua pele quando passou por longos períodos de estresse ou manteve hábitos alimentares ruins? Pois é, tais fatores podem, sim, desencadear efeitos prejudiciais à nossa pele. A pele é considerada o maior órgão do corpo, revestindo todo o nosso organismo. (1) Por isso, é importante mantê-la sempre saudável e ficar atento às condições que podem prejudicar a saúde da cútis, como o estresse crônico e a má alimentação. Neste texto, vamos abordar os efeitos que esses dois fatores citados podem ocasionar na pele e apresentar as formas de prevenir o problema. Algumas informações sobre a pele A pele é uma estrutura indispensável à vida e representa cerca de 12% do nosso peso corporal. Ela é composta por duas camadas: epiderme e derme. A principal função da epiderme, um tecido epitelial, é a de produzir queratina. A derme, por sua vez, trata-se de um tecido forte e maleável, com propriedades viscoelásticas que realiza o suporte nutricional da epiderme. (1) O papel fundamental da pele é o de atuar na linha de defesa do organismo contra agentes patológicos. Ao realizar essa ação corretamente, a barreira cutânea (formada por microbiota, água e oleosidade natural) retém a umidade e mantém a pele hidratada, bloqueando a entrada de substâncias alérgicas ou que possam causar doenças. (2,3) Quando essa proteção não ocorre de forma correta, pode atingir níveis crônicos de inflamação de baixo grau, como também o aumento dos radicais livres, que danificam a pele e aceleram o envelhecimento. (2,3) Entendendo a importância e função da

LER MAIS

A evolução por meio de mudanças: conheça a Vital!

Há mais de 20 anos nascemos com o propósito de inspirar você a se cuidar e entendemos de que se trata de um processo que requer ética e transparência em todas as etapas. Ao longo de nossa trajetória, o fator transformação nos acompanhou. O debate da necessidade de mudanças no contexto mundial refletiu diretamente em nossa marca e no modo como nos posicionamos neste mercado altamente mutável. Neste texto, vamos falar sobre as mudanças que a Vital Âtman vivenciou em 2021, um ano repleto de lançamentos e novidades, visando novas experiências, conquistas, mais consciência e percepção. Foi um momento de olharmos para dentro de nós e refletirmos sobre tudo aquilo que julgamos necessário e fundamental. Nessa dinâmica, descobrimos nossos valores mais sinceros e traduzimos em um propósito que vai ao encontro de tudo o que aplicamos e defendemos durante essas mais de duas décadas: “Inspirar as pessoas a se cuidarem!”. Afinal, todos merecemos mais qualidade de vida e experiências indescritíveis.  Um novo propósito, mas com a mesma direção Definido o propósito, nasceu um novo slogan. Inspirado na missão, visão e valores da nossa marca, a sentença é simples e verdadeiramente essencial à nossa intenção de transformação: “Quem ama se cuida!”. O amor está presente em tudo o que produzimos e fazemos questão de transmitir esse ideal à comunidade, inclusive, esse sentimento é um dos valores que sustentam a nossa cultura, acompanhado de ética, inovação, integridade, transparência, visão colaborativa, consciência com o planeta e o olhar para o cliente. Uma outra mudança significativa da Vital Âtman

LER MAIS
diabetes

Como a alimentação pode auxiliar no controle do diabetes

Muito se fala sobre a influência do estado nutricional na manutenção da saúde e no controle de doenças, como o diabetes. Por essa razão, é importante identificarmos os riscos e condições que levam ao desenvolvimento de processos de má nutrição para que a prevenção e/ou recuperação de uma pessoa com diabetes seja eficaz. Ao considerarmos que a dieta do portador de diabetes é um dos fatores essenciais para manter os níveis glicêmicos controlados, entendemos que o planejamento alimentar deve ser seguido e responsavelmente elaborado, com orientações individualizadas que vão de acordo com o estilo de vida, rotina, hábitos e o tipo de diabetes do paciente. (1) Neste texto, vamos falar sobre como a alimentação pode auxiliar no controle do diabetes. Vamos lá!  Contextualizando o diabetes O diabetes é causado por uma quantidade excessiva de glicose no sangue que não é metabolizada de forma eficiente pelo organismo. Portanto, monitorar os níveis de açúcar é essencial para reduzir o risco de complicações, além de contar com dieta saudável, exercícios e medicamentos. (2) Estimativas apontam que, quando não realizado o tratamento correto desse problema, um paciente com diabetes tipo 2 tem uma expectativa de vida de aproximadamente 10 anos a menos que o restante da população. (2) O surgimento de diabetes está ligado, principalmente, a fatores socioeconômicos e culturais, como por exemplo: urbanização, hábitos alimentares, sedentarismo, estresse e, também, predisposição familiar. A obesidade é um dos principais fatores de risco para a ocorrência de diabetes tipo 2. Por isso, para que cada vez mais o tratamento e a

LER MAIS
maca peruana

Maca Peruana: a diferença entre vermelha, amarela e preta

A maca peruana (Lepidium meyenii) compõe a tradição culinária e medicinal do Peru há centenas de anos. Diversos estudos foram realizados para descobrir os benefícios da maca peruana para a humanidade, podemos citar aqui sua ação antioxidante e anti-inflamatória, além do efeito neuroprotetor, imunomodulador, regulador hormonal e entre outros. (1,2,3,4) Existem aproximadamente 13 tipos de variações da maca peruana que se dividem conforme a coloração, e cada uma corresponde a diferentes propriedades. (1,2,3,4) Neste texto, vamos falar sobre as características da maca peruana nas cores vermelha, amarela e preta e entender a diferença entre elas. Uma visão geral sobre a maca peruana Antes de explicarmos a diferença entre os tipos de maca peruana, vamos entender um pouco mais sobre ela! A maca peruana, ou Lepidium meyenii, é uma planta originária da Região dos Andes no Peru, mas pode ser encontrada em outros países da América do Sul, como na Bolívia, Colômbia, Chile e Argentina. O cultivo da espécie mais conhecida, Lepidium meyenii Walp, se dá nas altas montanhas do Andes, em altitude de 3.500 a 4.800 metros acima do nível do mar. (1) A raiz tuberosa da maca peruana tem sido utilizada há séculos como planta alimentar e medicinal e sua procura é motivada pela relação com o aumento da vitalidade, promoção da libido, aumento da fertilidade e do desempenho sexual de homens e mulheres. (1) Existem 18 a 19 tipos de aminoácidos que integram a maca peruana, dos quais 7 são considerados essenciais e, inclusive, as concentrações dessas substâncias são maiores do que encontramos

LER MAIS