alimentação saudável

Autocuidado e autoestima

Autocuidado e autoestima: como colocar em prática

“Baixa autoestima é como dirigir pela vida com o freio de mão puxado”. – Maxwell Malts A maneira como nos percebemos e como nos enxergamos reflete em todas as esferas da nossa vida. Ao cuidar mais de si, é possível experimentar uma sensação de felicidade e plenitude. Autocuidado é dar mais atenção às suas necessidades, saúde, pensamentos, desejos e emoções. É um processo, um aprendizado. Se cuidar também é buscar ajuda quando necessário, estabelecer limites e saber dizer não se preciso for. (1)Ter autoestima é essencial para confiar mais em suas decisões e, para isso, é preciso praticar o autoconhecimento, reconhecendo suas qualidades e, também, seus pontos fracos. Desse jeito, será mais fácil encarar todos os obstáculos do cotidiano com a certeza de que é possível lidar com eles de uma maneira muito melhor e mais saudável. (2) Ao se conhecer mais, você expande seu potencial e supera as crenças que te limitam, que te fazem pensar que não é capaz ou merecedor de tudo aquilo que deseja. E fique tranquilo, pois cuidar de você não é ser egoísta, é praticar o amor próprio!(2) Mas praticar o autocuidado e melhorar a autoestima não é tão fácil e simples assim. Requer comprometimento, força de vontade e enfrentamento. Por isso, a partir de agora, vamos te ajudar a pensar como incluir essas duas palavras quase mágicas no seu dia a dia, sem receitas mirabolantes, mas, sim, a partir de mudanças justas e possíveis!  01: Quem é você? Para saber onde quer chegar ou quais mudanças deseja realizar

LER MAIS
top-cinco-sementes-saudaveis-para-o-organismo-1

Top cinco sementes saudáveis para o organismo

Qual os primeiros alimentos que você pensa quando se fala em alimentação saudável? Provavelmente frutas e legumes, certo? Mas o que muita gente esquece, é que as sementes e seus óleos também trazem inúmeros benefícios à saúde!

LER MAIS

Seu filho está acima do peso? Saiba o que fazer!

Andar de bicicleta, correr, soltar pipa, brincar de “pega-pega”, “esconde-esconde”… Todas essas atividades eram feitas na rua e só voltávamos pra casa quando nossa mãe nos chamava. Essa foi a infância de muita gente que nasceu antes da “era digital”.

A grande vantagem é que, além de socializar, as crianças praticavam muita atividade física e conseguiam ter o peso ideal de forma natural.

Hoje, o uso excessivo de videogame, celular e computador aliado a uma dieta “fast food”, fez aumentar os níveis de obesidade infantil em níveis alarmantes.

LER MAIS

Síndrome Fúngica: causas, sintomas e como evitá-la

Em busca de uma dieta saudável você vai ao mercado. Escolhe os melhores legumes e frutas indicados pela nutricionista e fica satisfeita ao chegar em casa: alimentos fresquinhos e saudáveis para o organismo.

Só que depois de um tempo você começa a sentir sintomas como queda de cabelo, cansaço, língua esbranquiçada e até coceira vaginal. Sem entender o que está acontecendo, você vai ao médico e descobre que, apesar da boa alimentação, está sofrendo de uma condição chamada “síndrome fúngica”.

Nesse momento várias perguntas vêm à cabeça: “O que é isso”? “Como eu peguei”? “Tem cura”?

LER MAIS

Saiba como é possível chegar à melhor idade com saúde!

Cabelos brancos, varizes, dores pelo corpo, perda da audição e pele flácida são alguns sinais do envelhecimento. Mas como distinguir o que é normal das doenças provocadas pela idade?

Nesse blog post vamos falar sobre isso e ainda dar dicas de como atravessar os anos de forma saudável. Veja.

LER MAIS

Conheça nove maneiras naturais para perder a gordura abdominal

Vamos ser sinceros. Não é fácil perder peso, principalmente de maneira saudável. Muitas vezes é preciso mudar hábitos que estão enraizados há muitos anos e mais: mesmo com todo o esforço a gordura não some da noite para o dia. Mas dá para entender! As pessoas passam anos acumulando gordura e, quando decidem perdê-la, querem que ela suma em algumas semanas.

Mas se existe uma gordura perigosa e que merece atenção especial é a abdominal ou visceral. Isso porque ela também se acumula nos órgãos vitais e aumenta o risco de doenças graves, incluindo doenças cardíacas, diabetes e muitas outras.

LER MAIS

Conheça substâncias naturais que combatem as inflamações!

Você sabia que muitas doenças que existem hoje em dia são provocadas por inflamações? Este é um processo que acontece no organismo que vai muito além dos sintomas mais conhecidos como vermelhidão, dor, edema e sensação de calor.

Só para você ter uma ideia, até mesmo a gordura, causada pelo excesso de peso, pode passar por um processo de inflamação e causar vários prejuízos ao corpo.

Por isso nesse blog post vamos explicar como funciona o processo de inflamação e mais: como substâncias naturais podem ajudar a combater esse problema. Veja!

LER MAIS

Cinco maneiras naturais de baixar a pressão arterial

Imagine que existe um inimigo invisível que só dá sintomas quando está em estágio avançado. Várias doenças apresentam esse perfil e uma delas é a hipertensão arterial.

Popularmente conhecida como “pressão alta” essa doença não escolhe idade, classe social, profissão nem sexo.

Mas o que é a “pressão alta”? É um número relacionado à força que o sangue faz nas artérias para circular em todo o corpo. Quando este número é igual ou maior que 14 por 9 (140mmHg X 90mmHg) a pessoa é considerada hipertensa.

LER MAIS

Lúpus: conheça substâncias e formas naturais de combater os sintomas

Quem sofre de lúpus, está sempre em busca de soluções para avaliar os sintomas. Isso porque eles são bem desagradáveis e algumas vezes até incapacitantes, impedindo o paciente de executar as atividades do dia a dia.

O problema é que muitas vezes, os medicamentos prescritos podem trazer efeitos colaterais indesejados.

Mas atualmente, substâncias naturais aliadas a mudanças no estilo de vida podem melhorar muito a qualidade de vida dos portadores de lúpus.

Nesse blog post você vai saber mais sobre essa doença e o que fazer para mantê-la sob controle.

LER MAIS

A Dieta do Cérebro

Estudos comprovam que o destino do seu corpo e cérebro nem sempre está associado só aos seus genes e também ao ambiente, costumes, crenças, comportamentos, hábito e alimentos. Desordens cerebrais como cefaleia crônica, perda da memória, insônia, variações do humor como depressão, ansiedade, epilepsia, transtorno motores, déficit de atenção, hiperatividade, e doenças degenerativas como Alzheimer, Parkinson podem ser influenciadas pela dieta.

LER MAIS