Ômegas

Produção sustentável de ômega 3: será que isso é possível?

Produção sustentável de ômega 3: será que isso é possível?

Por diversas vezes, quando abordamos o esse tipo de ácido graxo poli-insaturado aqui no blog, deixamos claro que as principais fontes de DHA, um tipo de ômega-3, são os óleos de peixe. Será que é possível continuar produzindo esse tipo de alimento/suplemento em larga escala, de maneira sustentável, atendendo à demanda que se faz crescente cada vez mais, sem causar danos à natureza, aos recursos naturais e, ao mesmo tempo, não colocar esses animais em risco de extinção? Esse é o tema dessa publicação e vamos descobrir agora! Além disso, também vamos falar sobre a busca por outras fontes ricas de ômega-3 que não sejam os animais marinhos, pois se tornam uma alternativa em vários quesitos relacionados à sustentabilidade da produção dessas substâncias tão essenciais para a saúde humana. Por que o ômega-3 tem sido cada vez mais procurado pelas pessoas? Como citamos anteriormente e em diversas matérias publicadas aqui, os ácidos graxos são essenciais na saúde do corpo humano e não são produzidos por ele. Por isso, é preciso buscá-lo através da nossa alimentação. Nos últimos anos, notamos uma maior procura por esses alimentos que são necessários para manter em condições normais as membranas celulares, as funções cerebrais e a transmissão de impulsos nervosos. Além disso, os ácidos graxos poli-insaturados possuem propriedades anti-inflamatórias e antiarrítmicas, estando associados à melhora da saúde cardiovascular. E não para por aí: pesquisas mostram que eles são benéficos para o desenvolvimento visual de recém-nascidos e para a memória dos adultos e muitos outros pontos positivos. (1) Sendo assim, hoje,

LER MAIS

Como o ômega 3 pode auxiliar no tratamento de depressão e ansiedade?

Muito se fala na relação da dieta com a saúde física e o desenvolvimento de doenças relacionadas à deficiência de importantes nutrientes no nosso organismo, mas não é tão comum a gente se deparar com informações que abordam a relação entre os alimentos e os aspectos psicológicos, não é mesmo? Já parou para questionar se o que você come pode interferir positiva ou negativamente na sua saúde mental? É sobre isso e, especificamente, sobre os benefícios do ômega 3 no auxílio ao tratamento da ansiedade e da depressão que vamos falar hoje. Vamos lá? Estudos já mostraram que a qualidade da nossa alimentação tem relação direta com transtornos de humor e ansiedade. (1) Além desse dado que citamos, outro estudo, realizado pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP, revelou que idosos com depressão apresentam baixas concentrações de ômega 3 no organismo. (2,3) Para compreendermos a relação entre eles, vamos entender melhor sobre o que são a ansiedade e a depressão? Entenda a diferença entre ansiedade e depressão: Resumidamente, são os transtornos mentais mais comuns dentre os seres humanos e um grande problema de saúde pública mundial! (1) Sofrer por antecipação, ter medo, ficar apreensivo ou tenso, são sintomas comuns que caracterizam a ansiedade. Dependendo do nível deste transtorno, ele pode se transformar numa patologia que afeta toda a qualidade de vida do indivíduo, podendo se externar por meio de sintomas como: taquicardia, falta de ar, desespero, tontura, tremores e calafrios, retraimento social, sensação de sufocamento e outros. (1) Já a depressão, que

LER MAIS

Pimenta: sabor e saúde

Pimenta: sabor e saúde em um único alimento!

Quem é não gosta de um temperinho a mais em suas principais refeições?

Pois se você aprecia uma boa comida, certamente já provou aqueles tipos de pimenta mais usados no Brasil, como a pimenta-do-reino, pimenta-de-cheiro e pimenta malagueta.

LER MAIS

Óleo de manjericão, benefícios além da cozinha

O manjericão é usado na culinária tradicional há muitos anos, mas o que muitas pessoas não sabem é que o óleo extraído do manjericão tem muitos benefícios potenciais para a saúde!

O que é óleo de manjericão?
O óleo de manjericão é um extrato obtido das folhas da planta de manjericão (Ocimum basilicum).

Geralmente, o óleo de manjericão é utilizado em pratos finos, molhos, chás, aromaterapia e até mesmo em aplicações tópicas. Além de dar um delicioso sabor aos alimentos, o óleo de manjericão tem sido usado como coadjuvante no tratamento de doenças desde os tempos antigos.

LER MAIS

Óleo de semente de abóbora, por que incluí-lo na sua alimentação?

Se você chegou neste post, provavelmente já ouviu falar sobre o óleo de semente de abóbora, não é mesmo?

Agora, talvez você não saiba da quantidade de benefícios que ele pode trazer para sua saúde quando incluído na sua alimentação!

As sementes de abóbora são populares há séculos. Por volta do ano 1300 os nativos americanos já conheciam seus benefícios alimentares e medicinais. Depois dos astecas e de outros povos da América do Sul, estas sementes começaram a ser consumidas pela Europa e se tornaram parte integrante da dieta de muitas áreas da Europa Oriental e do Mediterrâneo (principalmente a Grécia).

Hoje em dia, o uso do óleo da semente de abóbora prensado a frio está se popularizando por conter inúmeros benefícios para a saúde, tanto de homens quanto de mulheres, vamos conferir quais são eles?

LER MAIS

Conheça os 7 melhores suplementos para atletas de alta performance

Há muito tempo atletas usam dieta e suplementos para ajudar a aumentar a força, a resistência e o desempenho. Já na Grécia antiga, os atletas eram aconselhados a consumir carnes e vinhos exóticos, na esperança de obter vantagem sobre seus oponentes. No início de 1900, o atleta de circo Eugen Sandow começou a usar métodos de exercícios e hábitos alimentares para desenvolver seus músculos. Logo outros fisiculturistas seguiram o exemplo e começaram a ingerir extrato de carne bovina para ajudar a acelerar a recuperação muscular. Felizmente de lá para cá evoluímos muito. Cada vez mais pesquisas demonstraram como os suplementos podem ser benéficos para melhorar o desempenho e aumentar a força e os músculos dos atletas. Mas atenção! Antes de consumir qualquer suplemento, verifique se a empresa é idônea e se está há bastante tempo no mercado, afinal é sua saúde que está em jogo. Conheça agora os 7 melhores suplementos para atletas 1 – Ácidos Graxos Ômega 3 Os ácidos graxos ômega 3 têm sido associados a uma longa lista de benefícios à saúde. Além de melhorar a saúde do coração, mantendo os níveis de colesterol sob controle, os ácidos graxos ômega 3 também podem melhorar a imunidade e aliviar inflamações. Estas são as conclusões de estudos do Colégio Albany de Farmácia e Ciências da Saúde (EUA). Este efeito anti-inflamatório também pode ajudar a prevenir lesões esportivas em atletas de elite. 2 – Vitamina D3 A vitamina D3 é encontrada em alguns alimentos e sintetizada pela pele como resultado da exposição solar. De acordo

LER MAIS