Linhaça

linhaça

Como incluir a linhaça no dia a dia

Quando falamos de alimentos funcionais, a linhaça, com certeza, estará entre eles, pois ela é uma poderosa semente que é fonte de ácidos graxos ômega 3 e ômega 6. (1) Considerada uma boa fornecedora de proteínas e fibras, a linhaça pode beneficiar a saúde cardiovascular, além de auxiliar no controle do diabetes e obesidade. (2) Existem muitas outras vantagens no consumo da linhaça, seja ela em óleo, farinha ou semente. Neste texto, falaremos uma pouco mais sobre essa oleaginosa e como a inserir no dia a dia.  Por que a linhaça vale a pena? Os atributos da linhaça já começam no fato de ela ser considerada um alimento funcional. Pois, ao receber essa denominação, revela que, além dessa semente possuir propriedades nutricionais básicas, também contém compostos bioativos que são potencialmente benéficos para saúde e cooperam na prevenção de doenças crônicas não transmissíveis, sendo segura para o consumo sem supervisão médica. No entanto, é evidente que as recomendações variam conforme cada alteração e necessidade fisiológica. (2) A linhaça é produzida pela planta Linho (Linum usitatissimum L.) e pode ser encontrada em duas cores: marrom ou amarelo dourado. (3) Enquanto a semente marrom é característica de climas tropicais, como o Brasil, a dourada surge em climas frios, típico do Canadá. (2) Apesar da diferença na coloração, os nutrientes são os mesmos. (3) Sua composição oleaginosa é rica em gordura, polissacarídeos e proteínas. A semente possui até 41% de lipídeos, pode chegar em até 33% de fibra alimentar, 21% de proteína e 7% de umidade. Percorrendo o perfil

LER MAIS

Efeitos terapêuticos da Linhaça e da Borragem na TPM e na Menopausa

Se você que está lendo essa publicação é uma mulher, provavelmente, pelo menos uma vez na vida, já sentiu os sintomas da famosa TPM (Tensão Pré-Menstural) e, dependendo da sua idade, já pode até estar experimentando os da menopausa. Para a maioria das mulheres, os sintomas dessas duas importantes fases da vida não são agradáveis e, lidar com eles no dia a dia, pode se tornar um grande desafio. Saber que produtos fornecidos pela natureza podem ajudar a minimizar esses sintomas é motivo de grande alegria para quem precisa conviver com eles, não é mesmo? A linhaça e a borragem são dois desses produtos naturais. Por isso, vamos nos aprofundar no que são, de fato, a TPM e a menopausa e como o óleo de linhaça e o óleo de borragem podem ajudar no alívio dos sintomas causados por elas! Síndrome da Tensão Pré-Menstrual A TPM é caracterizada por alterações psíquicas e físicas que podem até comprometer a vida familiar, profissional e social das mulheres que sofrem com ela. De acordo com alguns autores, cerca de 70% das mulheres desenvolvem sintomas emocionais e físicos com diferentes graus de intensidade. (1) Esses sintomas surgem entre 10 e 14 dias antes do início da menstruação e, assim que a ela chega, eles vão desaparecendo. Acredita que mais de 150 sintomas já foram catalogados em relação à TPM? Muitos, não é mesmo?! (1) Entre os sintomas relatados estão: (1) – ansiedade; – irritabilidade ou nervosismo; – edema; – dores abdominais; – mastalgia (dores nos seios); – ganho de

LER MAIS

Ômega 3 e crianças: mais saúde desde os primeiros dias de vida!

Os benefícios contidos nos alimentos estão presentes na nossa vida mesmo antes de nascermos! Os nutrientes que o bebê recebe ainda dentro da barriga da mãe são essenciais para sua formação e desenvolvimento saudável. Pensando nesse tema, vamos explicar a relação entre o ômega 3 com a saúde infantil e, para isso, vamos começar, literalmente, do começo, mas prometemos ir direto ao ponto! Acompanhe: Ácidos graxos e, especificamente, ômega 3: o que são? Os ácidos graxos fazem parte da estrutura das membranas das células e desempenham funções energéticas e metabólicas. Além disso, eles também estão presentes na formação dos hormônios e sais biliares.  O ômega 3 faz parte do que chamamos de ácidos graxos essenciais, que são aqueles que o nosso organismo não sintetiza (não produz) e que precisam ser providenciados por meio da alimentação ou suplementação. (1) O DHA, ácido docosahezaenoico, que está presente no ômega 3, é considerado o ácido graxo poli-insaturado de cadeia longa mais importante para o desenvolvimento do feto e, junto com o ácido araquidônico (AA), se tornam os principais componentes dos ácidos graxos do cérebro. (1) Ômega 3 no leite materno Após nascer, a função da placenta é substituída pelo leite materno no que diz respeito aos nutrientes que serão ingeridos pelo bebê. (1) Já ouviu dizer que o leite materno é um alimento completo? E é mesmo! É através dele que o pequeno continua recebendo os ácidos graxos essenciais. Para se ter uma ideia, o leite materno apresenta três vezes mais AA (ácido araquidônico) e DHA (ácido docosahezaenoico)

LER MAIS
prensagem a frio

Como escolher um óleo de qualidade? A diferença pode estar na prensagem a frio.

A prensagem a frio, método de extração que faz parte da nossa história desde 1998, é vital na nossa existência e fazemos questão de explicar o que isso tem a ver com a qualidade do óleo que você leva para casa. Pureza. Se alguém perguntasse o que é essencial na qualidade dos óleos vegetais encapsulados ou em qualquer produto que esteja relacionado à saúde e à vida, essa seria a melhor definição: a sua pureza. Conservar as propriedades de cada matéria prima, garantindo extrair o que ela tem de melhor, e conseguir oferecer isso às pessoas é nossa forma de promover saúde com integridade, respeito, inovação e responsabilidade. É preciso comprometimento com esses valores em todas as etapas da produção dos óleos e, portanto, a maneira como isso é feito é o que garante a excelência no resultado do que entregamos. Em nosso dia a dia, sabemos que o modo de preparo da maioria dos alimentos interfere diretamente na qualidade das propriedades que vamos ingerir e absorver a partir deles. Com os óleos vegetais também funciona assim e é a prensagem a frio que vai garantir o melhor de cada um deles. Afinal, o que é prensagem a frio? É o método que o óleo é extraído de matérias-primas, como: linhaça, gergelim,  macadâmia, semente de abóbora, girassol, amêndoas e outras. Os óleos, nesse método, são obtidos exclusivamente por extração mecânica, sem aplicação de calor.(1) Como a prensagem a frio funciona? O processo de prensagem é um dos mais antigos quando falamos de extração de óleos

LER MAIS
top-cinco-sementes-saudaveis-para-o-organismo-1

Top cinco sementes saudáveis para o organismo

Qual os primeiros alimentos que você pensa quando se fala em alimentação saudável? Provavelmente frutas e legumes, certo? Mas o que muita gente esquece, é que as sementes e seus óleos também trazem inúmeros benefícios à saúde!

LER MAIS

Saiba quais são os melhores alimentos anti-inflamatórios

Você sabe o que a asma, hipertensão, diabetes, doenças cardíacas, e artrite têm em comum? Todas são desencadeadas por processos inflamatórios!

A princípio isso não é ruim, pois significa que os mecanismos de defesa do seu corpo estão agindo, porém o problema é quando o sistema imunológico começa a atacar tecidos corporais saudáveis, desencadeando estas doenças.

E o que fazer para combatê-las? A maioria das pessoas recorre à remédios, mas existe uma forma mais saudável de ajudar a controlar estas doenças e que está ao alcance de todos: a alimentação. Certos alimentos podem melhorar muito os sintomas destas doenças e até preveni-las.

LER MAIS

Quais são os alimentos que contêm ômega 3?

Você já deve ter ouvido muito sobre os benefícios do ômega 3, mas você sabe como ingeri-lo?

A forma mais prática e segura é através dos suplementos, pois eles são livres de metais tóxicos e têm a concentração adequada dos nutrientes que trazem benefícios para seu corpo.

Mas você também pode obter o ômega 3 através de alimentos!

LER MAIS

Alimentos ricos em ômega 3 que seu corpo precisa agora!

Quais são os alimentos ricos em Ômega 3 que seu corpo precisa para dar um up na sua saúde agora mesmo?

Ômegas 3 são ácidos graxos “essenciais” porque o corpo não é capaz de produzi-los por conta própria. Portanto, devemos confiar nos alimentos ômega 3 em nossas dietas para suprir esses compostos extremamente benéficos.

Existem três tipos diferentes de ômega 3: ácido alfa-linolênico (ALA), ácido docosahexaenóico (DHA) e ácido eicosapentaenoico (EPA).

LER MAIS