A importância da nutrição para a nossa saúde

Share on facebook
Share on twitter
nutrição

No dia 31 de março, comemoramos o Dia Nacional da Saúde e Nutrição. Nessa data, aproveitamos para enfatizar ainda mais a importância sobre o assunto e buscamos adotar novas práticas saudáveis para uma mudança de vida verdadeira.

Uma vez que a nossa alimentação está diretamente ligada ao funcionamento do organismo e à qualidade de vida, precisamos nos dedicar para que nosso corpo receba os nutrientes, vitaminas e minerais necessários para sempre mantermos a disposição e cumprirmos nossos objetivos. (1,2)

Por esse motivo, no texto de hoje, vamos falar um pouco mais sobre a importância da nutrição para a nossa saúde, ressaltando a relevância de se manter uma boa alimentação no dia a dia. Continue a leitura.

Valorizando uma boa alimentação

Que existe uma relação direta entre nutrição, saúde e bem-estar físico e mental, você já sabe. Não só isso, a nutrição faz parte da vida do ser humano e, ao ingerirmos vitaminas e minerais necessários, não só mantemos todo o organismo funcionando da maneira correta, como também prevenimos doenças, como obesidade, anemia, diabetes, entre outras. (3,4)

Uma curiosidade interessante: você sabia que a alimentação e a nutrição foram citadas na Declaração Universal dos Direitos Humanos? Além de serem considerados um direito humano fundamental do cidadão, configuram requisitos básicos para a promoção e a proteção da saúde. Sendo assim, a alimentação pode e deve ajudar a melhorar a qualidade de vida, tanto física, quanto mental e social. Tudo isso contribui para uma sociedade feliz que sempre visa o progresso. (5,6) 

nutrição

Nutriente ou alimento?

Muitas vezes, pode acontecer uma confusão entre o significado dessas palavras. Apesar de serem relacionadas, cada uma possui uma explicação.

O alimento se refere a todas substâncias sólidas ou líquidas que, em contato com o tubo digestivo, são trituradas e depois usadas para formar ou manter os tecidos do corpo, regulando processos orgânicos e fornecendo energia. No entanto, precisamos enfatizar que nem todos os alimentos podem fornecer benefícios para o nosso organismo, pois também existem aqueles que fornecem calorias vazias, gerando apenas energia. Esse é o caso das bebidas alcoólicas e refrigerantes. (3)

Agora, os nutrientes são todas as substâncias químicas que compõem a estrutura desses alimentos, sendo absorvidos pelo organismo e indispensáveis para o seu funcionamento. Lembra que os alimentos, quando chegam no tubo digestivo, são triturados? É nesse momento em que os nutrientes são liberados, ou seja, são produtos diretos dessa ação. Desse modo, os alimentos são digeridos para que os nutrientes sejam absorvidos, passando pelo intestino, chegando na corrente sanguínea e agindo no nosso organismo. (3)

Viu só como eles se complementam?

Como ter uma boa nutrição?

Manter uma alimentação saudável faz bem para o corpo e para a mente, mas como saber se estou no caminho certo? Na prática, devemos incluir macro e micronutrientes, sempre em boas quantidades e condições. Com a explicação a seguir, você será capaz de identificá-los.

Os macronutrientes nos mantêm ativos ao fornecerem força e vigor para o corpo. São eles quem repõe as energias gastas e, por essa razão, a ingestão diária de macronutrientes é indispensável. Os 3 elementos que representam essa classe você já conhece: os carboidratos, fontes de energia; as proteínas, que ajudam na reestruturação de tecidos; e os lipídeos, responsáveis por deixar os alimentos mais saborosos, além de atuar no transporte de nutrientes. (2)

Os micronutrientes também são bastante conhecidos. Eles devem se responsabilizam pela produção de hormônios, enzimas e outras substâncias, e são formados por sais minerais e vitaminas. Esse grupo engloba os seguintes sais minerais: cálcio, sódio, fósforo, potássio, magnésio, ferro, flúor, iodo, cobre, zinco, cromo e selênio. Não vamos esquecer das vitaminas: do complexo B, vitamina A, C, D, E, e K. (2)

nutrição

 

E a suplementação?

Apesar de os alimentos oferecerem todos esses aportes nutricionais, muitas vezes, essa quantidade não é suficiente para o seu organismo. Algumas doenças podem provocar deficiências nutricionais, enquanto outras necessitam de mais substâncias para serem combatidas. (7)

O fato é que nenhum alimento é completo, por isso, a alimentação deve ser diversificada para suprir as necessidades diárias de vitaminas e minerais. O uso de suplementos vitamínicos sempre deve ser acompanhado por um profissional da saúde. (7) 

Os princípios da alimentação saudável

Uma alimentação saudável é aquela que é balanceada e pode ser resumida em três princípios: variedade, moderação e equilíbrio. Considera-se a variedade como um pilar importante, tendo em vista que comer diferentes tipos de alimentos pertencentes a diversos grupos traz uma maior seleção de nutrientes, beneficiando todo o organismo. É aí que o princípio da moderação entra, pois não se deve comer nem mais e nem menos do que o seu corpo precisa. Além de estar atento à quantidade certa, o equilíbrio entre quantidade e qualidade é ideal, ou seja, “comer de tudo, um pouco”. (3)

Se você chegou até aqui na leitura, percebeu o quanto a nutrição tem tudo a ver com saúde. Então, já passou da hora de rever os nutrientes presentes na sua dieta e se certificar de que está seguindo o caminho certo. Não se esqueça de sempre incluir frutas, vegetais, legumes, proteínas (sejam elas animais ou vegetais), carboidratos, grãos e cereais no seu prato. Ah, praticar exercícios físicos também faz toda a diferença no seu bem-estar. Sendo assim, para não restar dúvidas e segundo a própria OMS, “saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não meramente a ausência de doenças e enfermidades”. Invista na sua saúde! (2,3)

Fontes:
  1. BRASIL. Ministério da Saúde. Biblioteca Virtual em Saúde. 31/3 – Dia da Saúde e da Nutrição. Disponível em: <https://bvsms.saude.gov.br/31-3-dia-da-saude-e-da-nutricao/>. Acesso em 23 fev. 2022.
  2. UNIBRASIL Centro Universitário. Descubra a importância da nutrição alimentar para a sua saúde. 2020. Disponível em: <https://www.unibrasil.com.br/descubra-a-importancia-da-nutricao-alimentar-para-sua-saude/>. Acesso em 23 fev. 2022.
  3. BRASIL. Ministério da Saúde. Alimentação saudável. Disponível em: <https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/alimentacao_saudavel.pdf>. Acesso em 23 fev. 2022.
  4. FIMCA Centro Universitário. A importância da nutrição alimentar para a saúde e bem-estar. 2020. Disponível em: <https://www.fimca.com.br/a-importancia-da-nutricao-alimentar-para-a-saude-e-bem-estar/>. Acesso em 23 fev. 2022.
  5. FERREIRA, Vanessa A; MAGALHÃES, Rosana. Nutrição e promoção da saúde: perspectivas atuais. Cad. Saúde Pública, v. 23, n. 7, 2017. Disponível em: <https://www.scielo.br/j/csp/a/cdRNJphP6CZZyqGkdLRWBWj/?lang=pt>. Acesso em 23 fev. 2022.
  6. MARTINEZ, Silvia. A nutrição e a alimentação como pilares dos programas de promoção da saúde e qualidade de vida nas organizações. O Mundo da Saúde, v. 37, n. 2, p. 201-207, 2013. Disponível em: <https://bvsms.saude.gov.br/bvs/artigos/mundo_saude/nutricao_alimentacao_pilares_programas_promocao.pdf>. Acesso em 23 fev. 2022.
  7. Brasil. Ministério da Saúde. Desmistificando dúvidas sobre alimentação e nutrição: material de apoio para profissionais de saúde. Universidade Federal de Minas Gerais, Brasília, 2016. Disponível em: <https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/desmistificando_duvidas_sobre_alimenta%C3%A7%C3%A3o_nutricao.pdf>. Acesso em 23 fev. 2022.

Deixe um comentário

Deixe aqui seu e-mail pra receber conteúdos incríveis sobre qualidade de vida.

Share on facebook
Share on twitter

VEJA TAMBÉM

O jeito bem melhor de ser

Saúde, paz, harmonia, carinho, família, amigos, natureza, pureza, afeto, respeito, amor, dedicação… Palavras que têm uma coisa em comum: podem deixar a nossa vida bem

candidiase

Por que não ter vergonha da candidíase?

Em meio a tantas desinformações, principalmente sobre questões de saúde, que se propagam rapidamente e provocam problemas ainda maiores, fica cada vez mais difícil encontrar