qualidade de vida

Oleaginosas: quais escolher para mais qualidade de vida e longevidade?

Oleaginosas: qual sua escolha para mais qualidade de vida?

É incontestável que, com o passar dos anos, muita gente começou a aderir a hábitos de vida saudáveis, como exercícios físicos e uma boa alimentação. E por falar em alimentação, estudos comprovaram que consumir oleaginosas melhora a qualidade de vida e a longevidade, e é sobre isso que falaremos nesse texto. Oleaginosas: um bem necessário Uma busca incansável por estratégias que visam o tratamento e a prevenção de doenças crônicas não transmissíveis – até mesmo a síndrome metabólica e a obesidade – tem feito com que pesquisadores avaliem o efeito da ingestão de alimentos específicos no controle metabólico e no peso corporal. (1) Os estudos levam a crer que, quando as oleaginosas são incluídas na dieta, elas conseguem contribuir para uma melhora no perfil lipídico e de antioxidantes, como resultado, melhora também o perfil lipídico sanguíneo e os marcadores de estresse oxidativo e de inflamação. (1) Ainda segundo estudos, se uma pessoa comer cerca de 30 gramas por dia de oleaginosas, as chances de uma mortalidade precoce são reduzidas em até 22%. Esse efeito positivo foi demonstrado em diversas doenças, de câncer a problemas cardíacos.(2) Quais oleaginosas consumir? Listamos aqui alguns exemplos: (2) – Pistache; – Avelã; – Castanha de caju; – Castanha-do-pará; – Noz; – Amendoim; – Amêndoa; – Macadâmia. A mortalidade em decorrência por diversos problemas, como derrame, diabetes, Alzheimer, doenças cardiovasculares e respiratórias, infecções, câncer e até problemas renais pode ser diminuída com a inclusão de algumas dessas oleaginosas na dieta.  .(2) E como as oleaginosas podem nos ajudar? Simples! As oleaginosas

LER MAIS

Relações sustentáveis: o nosso futuro depende disso!

A palavra sustentabilidade é tão versátil, ambígua e subjetiva! É uma questão complexa com diversas abordagens. Como sustentar, conservar, proteger e manter o equilíbrio tanto nas nossas relações comerciais quanto com o nosso planeta? É essa a reflexão que abordaremos neste texto! Afinal, o que é sustentabilidade? Fomos buscar a fundo a definição desta palavra e o que encontramos foram diversos pontos de vista como: – “Uma técnica de desenvolvimento que resulta na melhoria da qualidade de vida e simultaneamente na minimização dos impactos ambientais negativos”. (MEADOWS;MEADOWS;RANDERS, 1992 apud SILVA et al, 2016, p. 77).(1) – Segundo Dias (2011 apud SILVA et al, 2016, p. 77-78) , a sustentabilidade é dividida em três dimensões: econômica, social e ambiental, considerando-se em termos econômicos, as organizações têm que ser economicamente viáveis, face ao seu papel na sociedade e que deve ser cumprido levando em consideração o aspecto da rentabilidade […]. Em termo social, a organização deve proporcionar boas condições de trabalho, empregos, inclusão social para combater a desigualdade; e em questão ambiental, a empresa deveria pautar-se pela eco eficiência, preocupar-se com os impactos gerados pelo uso dos recursos naturais e pelas emissões de poluentes. (1) – “Sustentabilidade é consequência de um complexo padrão de organização que apresenta cinco características básicas: interdependência, reciclagem, parceria, flexibilidade e diversidade. Se estas características foram aplicadas às sociedades humanas, essas também poderão alcançar a sustentabilidade”. (CAPRA, 2006, apud ROSA, 2007).(2) A importância do propósito relações sustentáveis Atualmente, essa palavra tem sido usada com mais frequência, já reparou? “Qual o seu propósito?” A

LER MAIS

Qual é o seu sonho?

As pessoas são motivadas pelas necessidades ainda insatisfeitas ou não realizadas. Maslow identificou as necessidades por categorias de ordem crescente de sobrevivência biológica e fisiológica.

LER MAIS

18 de outubro, Dia do Médico!

No mês em que se comemora o Dia do Médico, a Vital Âtman faz uma homenagem a estes grandes profissionais trazendo alguns filmes e livros que retratam essa nobre profissão.

LER MAIS

O poder do silêncio

Na era da comunicação, do conhecimento e da informação, por mais paradoxal que possa parecer, o silêncio tem um poder inestimável e vale ouro.

LER MAIS