Conheça 11 principais benefícios das sementes de abóbora

Share on facebook
Share on twitter
semente de abobora

As sementes de abóbora podem ser pequenas, mas estão cheias de nutrientes valiosos.

Mesmo uma pequena porção delas pode proporcionar uma quantidade significativa de gorduras benéficas, vitamina A, antioxidantes e ácidos graxos, podendo contribuir, assim, para uma série de benefícios para a saúde. (1)

Essas sementes têm sido associadas a melhorias da imunidade corporal, no bem-estar da próstata e na redução do risco de certos tipos de câncer. (1) Além disso, é surpreendentemente fácil incorporá-las à dieta diária.

Descubra agora os onze principais benefícios das sementes de abóbora para a saúde.

1 – São ricas em nutrientes valiosos

A composição nutricional das sementes de abóbora se destaca pelo valor calórico elevado, baixo teor de carboidratos e presença significativa de lipídios, proteínas, fibras e cinzas. (2) Nelas, é possível encontrar:

  • Vitamina A; (1)
  • Vitaminas do Complexo B; (1)
  • Cálcio; (1)
  • Ferro; (1)
  • Potássio; (1)
  • Silício; (1)
  • Magnésio; (1)
  • Sódio; (1)
  • Vitamina E; (1)
  • Ômega 6; (1)
  • Ômega 9; (1)
  • Ômega 7. (1)

2 – São ricas em antioxidantes

A semente de abóbora é rica em carotenóides, pigmentos naturais lipossolúveis com propriedades antioxidantes. (1)

Esses carotenóides não apenas interagem com os radicais livres e capturam oxigênio, mas também atuam como precursores da vitamina A, podendo desempenhar papel relevante na redução do estresse oxidativo no organismo. (1)

Os carotenóides são importantes para a manutenção, desenvolvimento e crescimento do tecido epitelial, podendo desempenhar um papel significativo na visão noturna e na função imunológica. (1)

Em um estudo conduzido na Universidade do Cairo, no Egito, foi observado que o óleo de semente de abóbora reduziu a inflamação em ratos com artrite, proporcionando esse benefício sem qualquer efeito colateral, ao contrário dos animais tratados com um medicamento anti-inflamatório, que apresentaram efeitos adversos. (3) 

3 – Podem estar relacionadas a um risco reduzido de certos tipos de câncer

Nos últimos anos, pesquisadores e estudiosos passaram a analisar os efeitos benéficos do óleo de abóbora, provenientes da semente, na saúde da próstata.

Um estudo clínico randomizado foi realizado com 53 pacientes com hiperplasia benigna da próstata que consumiram o extrato de sementes de abóbora durante 3 meses. (4)

Os resultados apontaram que esses indivíduos tiveram uma melhora nas funções da bexiga e da uretra, como o fluxo de urina, o tempo e a frequência de mictúria. (4)

Por fim, suplementos contendo sementes de abóbora podem retardar o crescimento de células de câncer de próstata. Esta foi a conclusão de pesquisadores do “Cancer Research Laboratory”, em Indiana (EUA). (5)

4 – Podem melhorar a saúde da próstata e da bexiga

Os ácidos graxos presentes no óleo de abóbora são benéficos para o corpo e para a saúde do cérebro, além de poder melhorar problemas de próstata e bexiga. (6)

Dois estudos com crianças tailandesas de 2 a 7 anos mostraram que comer sementes de abóbora pode ajudar a prevenir pedras na bexiga. Isso pode ocorrer porque as sementes de abóbora podem reduzir as substâncias que formam as pedras na urina e aumentar as substâncias que evitam a formação dessas pedras. (4)

Em uma pesquisa feita por Nishimura e equipe foi apontado que o óleo de semente de abóbora é seguro e pode ajudar a prevenir problemas urinários, como a bexiga hiperativa e o aumento benigno da próstata. (7)

5 – Podem contribuir para o tratamento da calvície

Estudos comprovam que, tanto em homens quanto mulheres, o uso tópico do óleo de semente de abóbora pode contribuir para o crescimento de cabelos em pessoas que convivem com a condição de alopecia androgenética. (8)

Apesar dos efeitos do óleo ainda não estarem totalmente especificados para esse  tratamento, ainda vale ressaltar que o uso dessa substância em cápsulas, ao invés de tópico, também apresentou bons resultados em homens com grau leve a moderado de calvície. (8)

6 – Podem auxiliar a baixar os níveis de açúcar no sangue

Sementes de abóbora processadas de várias maneiras são ricas em fibras, proteínas e gorduras. (9)

Quando dadas a animais de estudo, elas não afetaram o peso, mas a versão integral reduziu o açúcar no sangue e a versão peneirada impactou mais nos níveis de gordura no sangue. (9)

Todas as versões das sementes parecem ser benéficas na redução do colesterol. Isso sugere que as sementes de abóbora são uma fonte nutritiva que pode ter vantagens para o metabolismo de gorduras e açúcares em humanos. (9)

Além disso, em um estudo conduzido por Quanhong e colaboradores em 2003, foi investigado o efeito do óleo de semente de abóbora na redução do açúcar no sangue. Eles observaram que ratos diabéticos que receberam esse óleo por via oral durante 10 dias apresentaram uma melhora na capacidade de tolerar a glicose. (4)

7 – Podem melhorar a saúde do coração

Um estudo realizado com o óleo de semente de abóbora, administrado a ratos com hipertensão por 4 semanas, atrasou o avanço da condição. Quando combinado com os medicamentos captropril e felodipina, houve uma significativa redução na pressão arterial. (4)

Adicionalmente, quando o óleo de semente de abóbora foi usado junto com medicamentos para baixar o colesterol, isso potencializou o efeito dos medicamentos, reduzindo os efeitos colaterais como tonturas, náuseas e dores de cabeça. (4)

Isso pode ter ocorrido devido aos ácidos graxos poliinsaturados e antioxidantes presentes no óleo de semente de abóbora, que também ajudaram a reduzir o colesterol ruim (LDL) e aumentar o colesterol bom (HDL). (4)

8 – Podem combater vermes ou parasitas intestinais

As sementes de abóbora são frequentemente citadas como tendo propriedades anti-helmínticas devido à presença de um composto chamado cucurbitacina. Isso explica por que as sementes de abóbora têm sido utilizadas na medicina tradicional como um remédio contra vermes intestinais. (1)

Sementes da planta Cucurbita têm sido usadas na medicina chinesa por muito tempo e são associadas a benefícios contra parasitas intestinais, problemas de vesícula biliar e próstata. (1) 

9 – Podem melhorar a qualidade do esperma

Um estudo em camundongos mostrou que sementes de abóbora podem melhorar a qualidade do esperma afetada pela azatioprina, um medicamento que pode prejudicar o esperma e é comumente utilizado em doenças autoimunes e tratamentos de quimioterapia contra o câncer. (10)

As sementes de abóbora reduziram danos ao DNA, aumentaram antioxidantes e resultaram em esperma mais saudável, de acordo com o estudo. (10)

Mas, como o estudo foi em camundongos, são necessárias mais pesquisas para confirmar isso em humanos.

10 – Podem contribuir para uma boa noite de sono e menos ansiedade

A serotonina é um neurotransmissor essencial no sistema nervoso central e sua síntese depende do aminoácido L-triptofano, que deve ser obtido a partir de fontes dietéticas, como a semente de abóbora. (11)

A relação entre serotonina, triptofano e ansiedade é importante, pois a serotonina desempenha um papel na regulação de estados de ansiedade. (11)

Além disso, o triptofano é um precursor da serotonina e sua disponibilidade na dieta pode influenciar a síntese de serotonina, afetando estados de ansiedade e outros comportamentos relacionados ao sono e à saúde mental. (11)

Portanto, alimentos ricos em triptofano, como semente de abóbora, podem desempenhar um papel na melhora do sono e no controle da ansiedade. (11)

11 – São fáceis de incorporar na dieta

Se você deseja desfrutar dos benefícios das sementes de abóbora, há várias maneiras fáceis de incluí-las na dieta.

É possível escolher entre suplementos de óleo de semente de abóbora prensado a frio de qualidade ou consumir as próprias sementes como lanche, sejam cruas, torradas ou salgadas.

Uma opção é polvilhar as sementes em saladas, sopas ou cereais. Algumas pessoas também as utilizam na culinária, adicionando-as a pães doces ou salgados, bem como em bolos.

Agora que você está ciente dos benefícios das sementes de abóbora e do óleo prensado a frio, considere compartilhar essas informações com seus amigos, pois promover a saúde é fundamental!

Fontes:
  1. DO VALE, Camilla Pereira et. al. Composição e propriedades da semente de abóbora. FAG Journal of Health, v. 1, n. 4, p. 79-90, 2019. Disponível em: https://fjh.fag.edu.br/index.php/fjh/article/view/95/127. Acesso em 10 out. 2023.
  2. BISSACOTTI, Anelise Pigatto; LONDERO, Patrícia M. Grigoletto. Sementes de abóbora: prospecção para consumo humano e utilização tecnológica. Disciplinarum Scentia. Série: Ciências da Saúde, v. 17, n. 1, p. 111-124, Santa Maria, 2016.
  3. FAHIM, A. T.; ABD-EL FATTAH, A. A.; AGHA, A. M., GAD, M.Z. Effect of pumpkin-seed oil on the level of free radical scavengers induced during adjuvant-arthritis in rats. Pharmacol Res., v. 31, n. 1, p. 73-79, 1995. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/7784309/. Acesso em 10 out. 2023.
  4. SANT’ANNA, Lina Cláudia. Avaliação da composição química da semente de abóbora (Cucurbita pepo) e do efeito do seu consumo sobre dano oxidativo hepático de ratos (Rattus novergicus). 2005 69 f. Dissertação (Pós-Graduação em Nutrição) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2005. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/102076/232793.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em 10 out. 2023.
  5. JIANG, Jiahua; ELIAZ, Isaac; SILVA, Daniel. Suppression of growth and invasive behavior of human prostate cancer cells by ProstaCaid™ mechanism of activity. Int J Oncol, v. 38, n. 6, p. 1675-1682, 2011. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/21468543/. Acesso em 10 out. 2023.
  6. SHABAN, Ahmed; SAHU, Ravi P. Pumpkin seed oil: an alternative medicine. Int J Pharmacogn Phytochem Res, v. 9, n. 2, 2017. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/34924730/. Acesso em 10 out. 2023.
  7. NISHIMURA, Mie et. al. Pumpkin seed oil extracted from Curcubita maxima improves urinary disorder in human overactive bladder. J Tradit Complement Med, v. 4, n. 1, p. 72-74, 2014. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4032845/. Acesso em 10 out. 2023.
  8. FERREIRA, Ana Rita Marques. Plantas e Produtos Vegetais no tratamento da Alopécia. 2019. 46 f. Monografia (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) – Faculdade de Farmácia, Universidade de Lisboa, Lisboa, 2015. Disponível em: https://repositorio.ul.pt/bitstream/10451/43470/2/MICF_Ana_Rita_Marques_Ferreira.pd. Acesso em 10 out. 2023.
  9. CERQUEIRA, Priscila Machado; FREITAS, Maria Cristina Jesus; PUMAR, Matilde; SANTANGELO, Sabrina Barreiros. Efeito da farinha de semente de abóbora (Curcubita maxima, L.) sobre o metabolismo glicídico e lipídico em ratos. Rev. Nutr., v. 21, n. 2, p. 129-136, Campinas, 2008. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rn/a/CKPRGhVKXpmxVj4tKsTvNFG/?format=pdf&lang=pt. Acesso em 10 out. 2023.
  10. ELFIKY, S. A. et al. Protective effect of pumpkin seed oil against genotoxicity induced by azathioprine. The Journal of Basic & Applied Zoology, v. 6, n. 5, p. 289-298, 2021. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S2090989612000422. Acesso em 10 out. 2023.
  11. SOUSA JÚNIOR, Dourival Tavares; VERDE, Thiago F. C. Lima; LANDIM, Liejy Agnes S. Raposo. Alimentos ricos em triptofano e seu efeito na liberação da serotonina e possíveis benefícios no transtorno de ansiedade. Research, Society and Development, v. 10, n. 14, 2021.

1 comentário em “Conheça 11 principais benefícios das sementes de abóbora”

  1. Superlativamente comentando, é simplesmente excelente. Continuem com estes gestos tão significantes enviados aos que mais necessitam de esclarecimentos uteis e benéficos como esses que vcs sempre divulga p/ nós.
    Que Deus continue a lhes proporcionar ainda mais vontade de promover ajuda como estas aos menos favorecidos.

    Atenciosamente (…) Que Deus esteja com vcs há todos os momentos de suas vidas.

Deixe um comentário

Deixe aqui seu e-mail pra receber conteúdos incríveis sobre qualidade de vida.

Share on facebook
Share on twitter

VEJA TAMBÉM

Cinco benefícios do óleo de coco que você precisa conhecer!

Você gosta de usar o óleo de coco em sua alimentação e em sua rotina de higiene e beleza, mas fica confuso com as informações divergentes que encontra sobre esta gordura, e ainda tem dúvidas se ela realmente é tão benéfica? Então este artigo é para você, para que saiba, de uma vez por todas, que o óleo de coco não é um vilão, mas sim um superalimento. Veja: