Quatro maneiras de praticar o amor próprio

Como anda seu amor próprio? Em geral, carregamos uma crença doentia de que quando nos colocamos em primeiro lugar estamos sendo egoístas. Mas quando fazemos as coisas por obrigação, ou porque sentimos que “precisamos”, essas atividades acabam gerando ressentimento e estresse em nossas vidas. Ao optar pela prática do amor próprio de maneira profunda e intencional, naturalmente cuidamos dos outros de uma forma mais saudável e positiva!
Share on facebook
Share on twitter

Como anda seu amor próprio?

Em geral, carregamos uma crença doentia de que quando nos colocamos em primeiro lugar estamos sendo egoístas. Mas quando fazemos as coisas por obrigação, ou porque sentimos que “precisamos”, essas atividades acabam gerando ressentimento e estresse em nossas vidas.

Ao optar pela prática do amor próprio de maneira profunda e intencional, naturalmente cuidamos dos outros de uma forma mais saudável e positiva!

Fazemos escolhas e decisões a partir do amor, em vez do ressentimento, e é aí que podemos dar a maior contribuição para o mundo.

Se você já tiver uma prática de amor próprio, tente estas etapas para passar para o próximo nível. Se ainda não o pratica, essas etapas também são um ótimo ponto de partida.

1 – Seja mais criativo!

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Com intermináveis tarefas e obrigações, muitas vezes a última coisa em que pensamos é em criar e inovar, não é mesmo?

No entanto, a criatividade nos permite experimentar alegria, liberdade e paixão que não são encontradas em uma lista de tarefas. Talvez você pense que deixou seu lado criativo e brincalhão para trás, na infância, mas na verdade ele está ansioso para ser expressado.

A criatividade vem de muitas formas e em uma variedade de habilidades! Criatividade não é algo que você tem ou não tem, é o ato de “fazer” coisas criativas, que nutre e desenvolve esse lado em nós.

Não deixe que a percepção de criatividade de outra pessoa atrapalhe sua própria expressão.

Você pode descobrir um velho talento ou hobby ou optar por jardinagem, pintura, escrita, fotografia, dança, passar um tempo na natureza ou tocar um instrumento.

Nossa criatividade pode ter um impacto profundo em nossa vida, particularmente na resolução de problemas, na produtividade, no aprimoramento de nossos relacionamentos com os outros e com nós mesmos e, finalmente, nos permite extrair mais alegria e prazer da vida.

2 – Aprenda a pedir ajuda

quatro-maneiras-de-praticar-o-amor-proprio-3

Quando somos confrontados com um problema, a escolha óbvia é pedir ajuda. Mas muitas vezes escolhemos lutar sozinhos.

Que tal praticar um pedido de ajuda? Diga o que você precisa com clareza emocional, mesmo que seja necessário repetir o pedido algumas vezes. Ao se expressar de forma eficaz, você vai colocar em prática o trabalho positivo do autocuidado.

Peça às pessoas para compartilharem a carga com você. É bem provável que neste processo você encontre amigos leais e pessoas muito dispostas a ajudar! Então, permita-se ser vulnerável e não desista até encontrar o que precisa!

3 – Deixe ir

quatro-maneiras-de-praticar-o-amor-proprio

Às vezes precisamos pensar sobre a importância do passado. Por mais difícil que pareça, é sempre nossa escolha nos dar a liberdade do perdão e deixar ir e seguir em frente.

Às vezes não podemos controlar tudo mas é preciso ter consciência de que algumas situações ficaram para trás, principalmente se elas estão nos fazendo mal.

Deixe ir e apenas confie. Tentar controlar cada resultado deixa qualquer um louco, além de ser impossível! Em vez disso, mantenha a mente positiva e espere que o melhor resultado se apresente.

4 – Imponha limites saudáveis

quatro-maneiras-de-praticar-o-amor-proprio-4

Você está sempre dizendo sim, se desculpando, permitindo que sua vida profissional invada sua vida pessoal e fica rodeado de pessoas que sugam sua energia?

Então você precisa impor alguns limites saudáveis! Procure pessoas positivas e inspiradoras, conheça suas histórias e tire proveito de suas vivências.

Quando gastamos energia em pessoas cujo comportamento está em desacordo com nossas próprias crenças e valores, isso pode criar frustração e confusão. Aprenda a dizer não com confiança.

Escolher estar indisponível para pessoas negativas é um dos maiores presentes que você pode dar a si mesmo. Você merece gastar seu precioso tempo com pessoas que te animam e te inspiram a avançar positivamente!

Gostou deste conteúdo? Então mande-o para pessoas de que você gosta, para que elas também possam cultivar o amor próprio, afinal, compartilhar bem-estar é Vital!

 

Deixe um comentário

Deixe aqui seu e-mail pra receber conteúdos incríveis sobre qualidade de vida.

CATEGORIAS
Share on facebook
Share on twitter

VEJA TAMBÉM

Ômega 3: porque ele é bom para o cérebro em todas as fases da vida!

Quer saber como melhorar sua atividade cerebral em todas as fases da vida? Além de praticar exercícios físicos e manter a mente ativa, você pode inserir o ômega-3 na sua dieta. Mas como isso funciona?

É simples: o cérebro contém mais de 100 bilhões de células, e os ácidos graxos ômega-3 são os blocos de construção delas. A importância do consumo, é que o ômega 3 não é produzido pelo corpo. Ele contém três ácidos graxos essenciais: ALA (Ácido alfa-linolênico) EPA (ácido eicosapentaenoico) e o DHA (ácido docosaexaenoico).

Gravidez e a importância da suplementação com ômega 3

A ciência está constantemente expandindo nosso conhecimento sobre necessidades nutricionais durante a gravidez. Entre as mais recentes descobertas nesta área, está a importância do ácido graxo ômega 3, tanto para o desenvolvimento de um bebê saudável como para a saúde da mãe.