Própolis verde e a prevenção do câncer

Share on facebook
Share on twitter

Você já conhece a própolis verde? Produzida por abelhas coletoras de pólen de plantas da região Sudeste brasileira, a própolis verde é considerada uma das melhores própolis do mundo. Muito prestigiada por povos asiáticos, especialmente japoneses adeptos da medicina preventiva, a substância é considerada como um elixir da vida, graças às ricas propriedades que possui.

O grande potencial da própolis verde está no Artepelin C, uma substância bioativa que pode auxiliar na inibição do crescimento de células tumorais e no aumento do número total de linfócitos, indicando ativação do sistema imune.

De acordo com estudos¹,²,³ realizados com a própolis verde, essa atividade antitumoral proporcionada pelo artepilin C parece estar associada à indução da apoptose celular (morte celular) por meio de um aumento na permeabilidade das membranas mitocondriais. Isso quer dizer que a própolis verde pode auxiliar a criar no organismo uma resistência contra inúmeras doenças, inclusive o câncer.

  1. FISHER, G. et al. Imunomodulação pela Própolis. Artigo de Revisão. Arq. Inst. Biol. v.75, n.2, p.247-253, São Paulo, abr./jun., 2008.
  2. BANSKOTA, A.H.; TESUKA, Y.; KADOTA. S. Recent progress in pharmacological research of propolis. Phytotherapy Research, v.15, p.561-571, 2001.
  3. GALATI, G.; TENG, S.; MORIDANI, M.Y.; CHAN, T.S.; O´BRIEN, P.J. Cancer chemoprevention and apoptosis mechanisms induced by dietary polyphenolics. Drug Metabolism and Drug Interactions, v.17, p.311-349, 2000.

Deixe um comentário

Deixe aqui seu e-mail pra receber conteúdos incríveis sobre qualidade de vida.

CATEGORIAS
Share on facebook
Share on twitter

VEJA TAMBÉM

COZINHA VITAL – SAÚDE DO HOMEM

Rendimento: 01 porção Ingredientes: 4 folhas de alface lisa 1 pires de sobremesa de agrião 5 floretes de brócolis no vapor 4 unidades de tomate

Ômega 3 pode ajudar crianças com TDAH

Saiba mais sobre o TDHA e como o ômega 3 pode auxiliar no tratamento
Crianças saudáveis adoram brincar, pular, correr e participar de muitas atividades.

Isso é muito saudável, mas às vezes a energia da criança é tanta, que ela mal consegue prestar atenção nas aulas.

Uma das causas pode ser o TDHA, Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade, distúrbio que atinge cerca de 11% de crianças e jovens de 4 a 17 anos e que pode ser diagnosticado por médicos.

A boa notícia vem da revista “Neuropsychopharmacology.” Após uma análise os pesquisadores descobriram que o uso de uma substância natural, o ácido graxo ômega 3, pode ajudar a combater os sintomas deste transtorno.