Spirulina: conheça 8 benefícios incríveis para a saúde

Share on facebook
Share on twitter
Conheça 8 benefícios incríveis da spirulina para a saúde

Já ouviu falar em spirulina? O nome é complicado, mas os benefícios desse alimento são inúmeros, desde prevenir algumas doenças até ajudar no emagrecimento.

Apesar de ser conhecida como alga azul, ela é, na verdade, uma cianobactéria. Nesse texto, falaremos um pouco mais sobre ela e vamos entender porque ela foi eleita pela OMS como o alimento do milênio.

Spirulina: o que é e qual a sua composição?

Como dissemos acima, a spirulina já foi considerada uma alga, mas notou-se que ela não tem nenhuma relação filogenética com esse grupo. Hoje em dia, já se sabe que ela, na verdade, é uma cianobactéria, que são organismos procariotos fotossintetizantes. (1)

Um grande número de compostos que fazem parte das cianobactérias tem um valor comercial alto. Isso acontece porque esses compostos são usados para diversos fins e atividades, como: biopigmentos e antioxidantes, fármacos, exopolissacarídeos, marcadores fluorescentes, enzimas e outros nutrientes, como proteínas e vitaminas, e alguns minerais, carboidratos e lipídios. (1)

A spirulina é uma fonte rica em proteínas (cerca de 70% da sua composição) e, por isso, é uma ótima opção para quem tem uma dieta restrita quando se trata de produtos de origem animal. (1,2)

Fora a proteína, ela é composta por antioxidantes que auxiliam no combate aos radicais livres, também possui vitaminas como B1, A e E, além de minerais como magnésio, betacaroteno, manganês e ferro – esses minerais são encontrados em menos quantidade em legumes e frutas. (2)

Benefícios da Spirulina para a saúde
Benefícios da Spirulina para a saúde

– Combate à anemia:

Segundo estudos, os pacientes que incluíram spirulina na dieta tiveram um aumento constante dos valores médios de hemoglobina corpuscular média. Fora isso, o volume e a concentração de hemoglobina corpuscular média também aumentaram. Por conta disso, foi constatado que a spirulina pode melhorar a anemia e a imunossenescência (que é a deterioração natural do sistema imunológico por conta do envelhecimento) em pessoas com uma idade mais avançada. (1)

Não acaba por aí! Se formos comparar a quantidade de ferro presente no espinafre, a spirulina proporciona o dobro – bastante coisa, não é? E o ferro é capaz de aliviar cansaço, dor de cabeça e o estresse por meio do aumento da oxigenação celular.(2)

– Hipotensores:

Estudos mostraram que a spirulina pode ser uma forte aliada no tratamento e na prevenção da hipertensão. (1)

– Emagrecimento:

Sabe a sensação de saciedade? A fenilanina, presente na spirulina, proporciona essa sensação, fazendo com que a pessoa coma menos. Além disso, auxilia na desintoxicação e limpeza do organismo, tendo em vista que a sua ação depurativa acelera o metabolismo. (2)

– Prebiótico / imunomoduladores:

A spirulina ajuda também no sistema digestivo e imunológico. Segundo estudos, a spirulina estimula o corpo a produzir anticorpos e citocinas – que auxiliam a regular e mediar a resposta imunitária e inflamatória. (1)

– Antidiabetogênicos:

Para pessoas que têm diabetes, a spirulina pode ser uma mão amiga. Isso porque ela pode diminuir a glicose no sangue. (1)

 – Complemento alimentar para atletas:

A spirulina pode ser usada como suplemento alimentar, especialmente para atletas. Isso se deve ao fato de ela ser composta por mais de 70% de proteína (como já dissemos acima). Em grande quantidade, a proteína é primordial para o organismo, levando em consideração que ele não consegue produzir sozinho, apenas por meio de nutrição. (2)

Auxilia no controle do colesterol:

Ela também é amiga do peito! Por atuar na dilatação dos vasos sanguíneos, ela diminui a pressão arterial, ajudando, assim, o coração. A spirulina também é antilipidêmica, auxiliando a prevenir e reduzir o colesterol ruim por meio dos ácidos graxos – como o ômega 3. (2,4)

– Anti-idade, antioxidante e anti-inflamatória:

Por conter carotenóides, tocoferóis, compostos fenólicos e mais alguns compostos, a spirulina tem ação antioxidante em nosso organismo, combatendo os radicais livres e prevenindo o envelhecimento das células. (1,3) Por conta disso, ela também é aliada no processo anti-idade e anti-inflamatório, por conseguir ajudar na recuperação de processos inflamatórios. Seus outros componentes, como vitaminas e minerais, ajudam na estimulação da renovação do cabelo, das unhas e da pele. E tem mais, ela também pode prevenir doenças degenerativas. (2)

Como incluir a Spirulina na alimentação

Além de consumi-la em forma de suplemento alimentar, é possível preparar receitas com ela, como maioneses, já que a spirulina pode substituir a gema do ovo. (4) Também pode ser preparada em forma de patê. (2)

Fontes alimentares
Fontes alimentares

Antes de introduzir um novo tipo de alimento, suplemento ou hábito em sua rotina, é fundamental consultar um especialista da área. Só ele poderá te auxiliar em qual será a maneira correta de utilizar qualquer suplementação.

 

FONTES:
  1. OLIVEIRA, Cristiane Alves de et al. Potencial nutricional, funcional e terapêutico da cianobactéria spirulina. Revista da Associação Brasileira de Nutrição, São Paulo, a. 5, n. 1, p. 52-59, 2013.
  2. CONHEÇA os benefícios da spirulina para seu organismo. Istoé, 2020. Disponível em <https://istoe.com.br/conheca-os-beneficios-da-spirulina-para-seu-organismo/>. Acesso em 10 dez. 2020.
  3. LANZA, Andressa; CEZARO, Jéssica Cristina de; BENETTI, Fábia. Propriedades nutricionais e tarpêuticas da cianobactéria Spirulina platensis. Portal Educação. Disponível em <https://siteantigo.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/nutricao/propriedades-nutricionais-e-terapeuticas-da-cianobacteria-spirulina-platensis/50453>. Acesso em 10 dez. 2020.
  4. ALGAS de lagoa podem ser o “superalimento” do futuro? BBC News Brasil, 2020. Disponível em <https://www.bbc.com/portuguese/internacional-51453624>. Acesso em 10 dez. 2020.

Deixe um comentário

Deixe aqui seu e-mail pra receber conteúdos incríveis sobre qualidade de vida.

CATEGORIAS
Share on facebook
Share on twitter

VEJA TAMBÉM

Óleo de peixe: um poderoso anti-inflamatório natural

Os benefícios do consumo de peixes gordurosos já são estudados em todo o mundo, a gordura poli-insaturada e rica em ômega 3 contida nos peixes de mares profundos e gelados, como o salmão selvagem, o atum, a anchova, a sardinha e o arenque, associada a uma dieta equilibrada e bons hábitos de vida, promovem saúde e nutrição integrais em pessoas de todas as idades.