4 benefícios da combinação de vitamina D e vitamina K2

Share on facebook
Share on twitter
vitamina d3

A vitamina D e a vitamina K2 são dois micronutrientes importantíssimos para a saúde humana. Quando elas trabalham juntas, podem ajudar a manter o equilíbrio de cálcio nos tecidos (1), entre outros benefícios que você vai descobrir ao longo deste texto. Continue lendo para saber mais!

Cálcio: um dever em comum

Antes de compreender os benefícios da vitamina D e da vitamina K2 no organismo, precisamos falar rapidamente sobre o cálcio, pois a função dessas vitaminas está diretamente relacionada a esse nutriente essencial para o nosso corpo.

O cálcio representa cerca de 90% de todos os minerais presentes nos ossos e pode desempenhar diversos papéis importantes, como ajudar o cérebro a funcionar corretamente, fortalecer os ossos e dentes, além de contribuir para a saúde do coração. (2)

Vale lembrar que, aqui no blog, também já falamos sobre a relação do cálcio com exercícios físicos. Então, se esse tema é de seu interesse, não deixe de conferir a publicação.

Por fim, alguns fatores são importantes para ajudar a controlar a quantidade de cálcio em nosso corpo e tanto a vitamina D e a vitamina K2 fazem parte disso.

VITAMINAS D E K2

A vitamina D pode ajudar o corpo na absorção de cálcio dos alimentos (3) 

A vitamina D é um termo geral que abrange várias formas de hormônios com diferentes níveis de atividade. Uma dessas formas é a vitamina D3, conhecida por colecalciferol, que além de ser uma das versões mais estudadas por cientistas, também é destaque neste texto. (4)

No contexto da saúde óssea, a vitamina D pode ajudar a manter o cálcio e o fosfato em quantidades corretas no organismo. Sua forma ativa, chamada calcitriol, pode auxiliar a capturar o cálcio dos alimentos no intestino e impedir que os rins o tirem do corpo, o que pode contribuir para tornar os ossos mais fortes. (5)

E é aí que entra a vitamina D3, agindo na formação do calcitriol. Esse hormônio pode contribuir para que os ossos cresçam e se desenvolvam corretamente, tornando-os fortes e saudáveis. (3)

Além disso, o calcitriol também pode desempenhar um papel na prevenção de doenças, como a osteoporose (quando os ossos ficam fracos e quebradiços), e fraturas, que são particularmente preocupantes em pessoas mais velhas. (3)

A deficiência de vitamina D pode estar associada a um maior risco de várias condições de saúde, incluindo diabetes, doenças cardiovasculares, certos tipos de câncer, problemas de memória, depressão, complicações durante a gravidez e doenças autoimunes e alérgicas. (6) 

A vitamina K2 pode ajudar a direcionar o cálcio para os ossos (7) 

A vitamina K é uma vitamina que se dissolve em gordura e existe em duas formas ativas: vitamina K1 (filoquinona) e vitamina K2 (menaquinona). (8)

Na forma de vitamina K2, ela pode atuar na distribuição adequada do cálcio no organismo, direcionando-o para os ossos e dentes, podendo evitar a perigosa calcificação das artérias. (7)

Quando os níveis de menaquinona estão em falta no organismo, o corpo pode não conseguir direcionar o cálcio corretamente, o que pode resultar em problemas como osteoporose e doenças cardiovasculares. (8)

O estudo Roterdã, realizado com aproximadamente 5000 pessoas na Holanda, demonstrou que dietas ricas em vitamina K2 podem reduzir drasticamente o risco e a mortalidade por doenças cardiovasculares. (9)

Um outro estudo, feito em 2015 por Knapen, concluiu que, além da prevenção, a K2 pode reverter os níveis existentes de calcificação e restaurar a flexibilidade arterial. (9)

Portanto, a vitamina K2 é importante porque ela pode auxiliar no equilíbrio do cálcio para um coração mais saudável. (9) 

Saúde em sintonia com a combinação de vitamina D + K2 

Unir as vitaminas D e K2 é uma boa ideia. Confira os benefícios dessa combinação para a  saúde:

1 – Proteção contra calcificação das artérias:

A vitamina K2 pode ajudar a prevenir a calcificação das artérias, mantendo o cálcio nos tecidos ósseos e evitando seu depósito nas artérias. Isso é fundamental para a saúde cardiovascular e redução do risco de doenças coronarianas. (1)

2 – Pode melhorar a sensibilidade à insulina:

A combinação de vitamina D e K2 mostrou benefícios na sensibilidade à insulina, o que é particularmente relevante para pacientes com diabetes e intolerância à glicose. (1)

3 – Pode ajudar na manutenção do cálcio nos ossos:

Essas vitaminas atuam em conjunto contribuindo para manter o equilíbrio de cálcio nos tecidos. Isso pode ajudar a prevenir a perda de cálcio da matriz óssea, o que é essencial para a saúde dos ossos. (1)

4 – Pode atuar na prevenção de doenças crônicas:

A suplementação de vitamina D e K2 mostrou-se benéfica na redução do risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares, podendo melhorar a homeostase corporal e oferecer melhorias gerais na qualidade de vida de pacientes com doenças crônicas. (1)

Como vimos, a vitamina D e K2 podem atuar na promoção do bem-estar geral, especialmente quando se trata da saúde óssea e cardiovascular.

Marque uma consulta com um profissional da saúde para avaliar se a sua dieta e estilo de vida são capazes de atingir os níveis adequados desses micronutrientes. Se não for, saiba que você pode contar com suplementos exclusivos no mercado que oferecem essa combinação visando o compromisso com a qualidade e sua saúde. 

Se você gostou desta publicação, compartilhe este conteúdo com seus amigos e familiares para que mais pessoas possam ter acesso a essas informações valiosas. Além disso, fique atento ao nosso blog! Aqui você encontrará muitas outras dicas e orientações para ajudar a manter um estilo de vida saudável e equilibrado. 

Fontes:
  1. MAGALHÃES, Sileivane Alves Nunes et al. Revisão do comportamento das vitaminas D e K2 em pacientes com doenças crônicas. In: Congresso Internacional Transdisciplinar – CONITRA, 1, 2020. Anais eletrônicos… FAHESP/IESVAP, 2020. Disponível em: https://doity.com.br/anais/congresso-internacional-transdisciplinar-conitra/trabalho/128063. Acesso em 8 nov. 2023.
  2. Os minerais na alimentação. Aditivos & Ingredientes, p. 32-44, 2018. Disponível em: https://funcionaisnutraceuticos.com/upload_arquivos/201805/2018050422644001525709128.pdf. Acesso em 8 nov. 2023.
  3. BEDANI, Raquel; ROSSI, Elizeu Antonio. O consumo de cálcio e a osteoporose. Semina: Ciências Biológicas e da Saúde, v. 26, n. 1, p. 3-14, Londrina, 2005. Disponível em: https://www.researchgate.net/profile/Raquel-Bedani/publication/277072823_O_consumo_de_calcio_e_a_osteoporose/links/5739a4df08ae9f741b2c7364/O-consumo-de-calcio-e-a-osteoporose.pdf. Acesso em 8 de nov. de 2023.
  4. CHAGAS, Stephanye Carolyne Christino et. al. Colecalciferol: Uma análise crítica de produtos manipulados e industrializados. Infarma Ciências Farmacêuticas, v. 30, e. 4, p. 218-229, 2018.
  5. 5 – BORGES, Jéssica Mendes. Suplementação com Vitamina D: uma revisão sistemática. 2014. 35 f. Monografia (Graduação em Medicina) – Faculdade de Medicina da Bahia, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2014. Disponível em: https://repositorio.ufba.br/bitstream/ri/15490/1/Jéssica%20Mendes%20Borges.pdf. Acesso em 8 nov. 2023.
  6. GALVÃO, Leticia Oba et. al. Considerações atuais sobre vitamina D. Brasília Med, v. 50, n. 4, p. 324-332. Disponível em: https://rbm.org.br/details/113/pt-BR. Acesso em 8 nov. 2023.
  7. SANTANA, Giovana de Souza et. al. Vitamina K2 e sua importância na prevenção e tratamento da osteoporose e doenças cardiovasculares. In: Fórum Científico UNIFUNEC, 10, 2019, Santa Fé do Sul. Anais eletrônicos… Santa Fé do Sul, UNIFUNEC, v .10, n. 10, 2019. Disponível em: https://seer.unifunec.edu.br/index.php/forum/article/view/4508#:~:. Acesso em 8 nov. 2023.
  8. SOUZA, Wysllenny Nascimento de. Ingestão de Vitamina K por indivíduos de diferentes faixas etárias. 2011. 107 f. Dissertação (Mestrado em Ciência dos Alimentos) – Faculdade de Ciências Farmacêuticas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9131/tde-10042012-154905/publico/Mestrado_WysllennyNascimentodeSouza.pdf. Acesso em 8 nov. 2023.
  9. VITAMINA K2 colocando o cálcio em equilíbrio para um coração saudável. Aditivos & Ingredientes, p. 38-40, 2019. Disponível em: https://aditivosingredientes.com.br/upload_arquivos/201912/2019120291548001576162698.pdf. Acesso em 8 nov. 2023.

Deixe um comentário

Deixe aqui seu e-mail pra receber conteúdos incríveis sobre qualidade de vida.

Share on facebook
Share on twitter

VEJA TAMBÉM

 Amamentação: 10 respostas para as perguntas mais frequentes

Todo mundo sabe da importância da amamentação! Além de ser um ato de amor, a amamentação reforça os laços entre mamãe e bebê! E mais: o leite materno é o alimento ideal, pois tem a quantidade certa de nutrientes para que o bebê cresça forte e saudável.

Este ato é tão importante que, em 1948, a Organização Mundial da Saúde (OMS) criou o “Dia Mundial da Amamentação”. Ele é comemorado em 1º de agosto e abre a Semana Mundial de Aleitamento Materno.

Veja agora respostas para 10 perguntas mais frequentes sobre amamentação:

Sete motivos para usar própolis verde

O Brasil é mundialmente conhecido pelas belezas naturais, mas o que pouca gente sabe, é que apenas aqui é possível produzir a própolis verde, substância que traz inúmeros benefícios para a saúde. Isso porque nosso país é o único lugar onde é encontrada a planta Baccharis dracunculifolia, também conhecida como vassourinha-do-campo, ou alecrim do campo. É através dela que as abelhas produzem essa própolis especial.